Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Política | Comissão da Amazônia aprova requerimento para inspeção das rodovias na Região Norte

Comissão da Amazônia aprova requerimento para inspeção das rodovias na Região Norte

Remídio Monai, autor do requerimento, pretende reunir subsídios para o estudo de interligação entre os Estados do Amapá, Pará e Roraima – Foto: Alice Andrade

Foi aprovado nesta quarta-feira, 20, por unanimidade, o requerimento º 176 de 2017 do deputado Remídio Monai (PR-RR) para realização de missão oficial de membros da Comissão de Integração Nacional e Desenvolvimento Regional e da Amazônia (CINDRA). A proposta requer a participação dos parlamentares em uma inspeção técnica nas rodovias 319, 230, 156 e 210, a fim de reunir subsídios para a inclusão dos trechos de ligação em referência no Plano Nacional de Viação, como significativa importância para integração do Norte brasileiro com o resto do país.

O referido requerimento foi subscrito pelos deputados Silas Câmara (PRB-AM), Marinha Raupp (PMDB-RO), Janete Capiberibe (PSB-AP) e José Geraldo (PT-PA). Os parlamentares vão compor a comitiva na visita técnica com saída prevista de Manaus, no dia 05 de outubro. A comissão vai estender o convite para participação de instituições e representantes do setor produtivo, empresarial e a sociedade civil organizada.

Para o autor do requerimento, deputado Remídio, a pretensão é reunir elementos necessários que embasem o estudo de interligação entre os Estados do Amapá, Pará e Roraima, visto que a região de influência da rodovia possui grande potencial para exploração econômica sustentável e para o turismo, atividades que seriam viabilizadas pela ligação rodoviária. “A intenção é analisar in loco a viabilidade socioeconômica das obras de interligação, recuperação e pavimentação das rodovias 319, 230 156 e 210. Precisamos ouvir e levantar depoimentos de todas as comunidades que poderão ser afetadas, de forma que possa subsidiar um estudo que aponte soluções factíveis para empreendimentos estratégicos e necessários à integração regional e para fortalecimento da soberania nacional. A partir da verificação e elementos, vamos poder elaborar um relatório com dados socioeconômicos e possíveis impactos ambientais para a retomada de obras nas rodovias que interligam os estados da região Norte ao restante do país,” afirmou Monai.

O deputado Remídio Monai ressalta os entraves para a concretização da politica de integração na região amazônica e a dificuldade de se encontrar o equilíbrio entre a realização de obras de infraestrutura, com a promoção e valorização da diversidade sociocultural e ecológica. “O nosso objetivo é promover o desenvolvimento sustentável, com valorização da diversidade sociocultural e ecológica e redução das desigualdades regionais. Diversas pequenas cidades podem ser conectadas entre si por via rodoviária para dinamizar as atividades públicas e privadas; permitir acessibilidade às instituições pouco atuantes na região. A abertura de rodovias na região significa garantir o acesso das populações amazônicas a um hospital, banco, instituição de ensino”, destacou o parlamentar.

Programação

05/10/17

Início da viagem em Manaus/AM, saída pela BR-319 até o entroncamento com a BR-230, com pernoite em Humaitá/AM

06/10/17

Início do Reconhecimento da Rodovia Transamazônica (BR-230), com pernoite em Apuí/AM

07/10/17

Reconhecimento da Rodovia Transamazônica, com pernoite em Jacareacanga/PA

08/10/17

Reconhecimento da Rodovia Transamazônica, com pernoite em Itaituba/PA

09/10/17

Reconhecimento da Rodovia Transamazônica até o entroncamento da BR-230 com a BR-163, com pernoite em Santarém/PA

10/10/17

Traslado entre Santarém/PA e Oriximiná/PA

Início do Reconhecimento da Rodovia PA-254, com pernoite em Alenquer/PA

11/10/17

Reconhecimento da Rodovia PA-254, com pernoite em Almeirim/PA

12/10/17

Reconhecimento da Rodovia PA-254 até o entroncamento com a BR-156, com pernoite em Laranjal do Jari/PA

13/10/17

Reconhecimento da BR-156, com o fim da viagem em Macapá/AP

Karinna Bevilaqua

 

Um comentário

  1. Início em Manaus, término em Amapá, e Roraima não vai ser feito reconhecimento da BR 174 e 210 não?

Deixe uma resposta