Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Política S/A | Coluna Política S/A 01.12.14 – Luiz Valério

Coluna Política S/A 01.12.14 – Luiz Valério

Neudo saliva esperando para assumir governo

Neudo Campos, até mais do que Suely, não esconde sua ansiedade em assumir o Governo de Roraima. No último sábado (29), em Caroebe, Neudo disse estar “sedento para assumir” o poder e começar a trabalhar. No entanto, ele reconhece que não será fácil administrar Roraima, “um estado acabado”, segundo suas próprias palavras naquela ocasião.

Agora, tendo abrido mão da Casa Civil por saber da sua falta de condições para ocupar cargo público em decorrência da sua de ficha suja, Neudo vai, mais do que nunca, atuar nos bastidores. Ele será o “grande oráculo” de Suely, aquela voz íntima a ditar os rumos a serem seguidos. Isso não é machismo, são as evidências já verbalizadas pelo próprio casal.

Aliás, depois das informações recebidas por mim, sobre os reais motivos que levaram Neudo Campos a “desistir” de ser o chefe da Casa Civil conclui que meu raciocínio estava certo: Neudo não poderia, mesmo, ocupar esse cargo público e nenhum outro. Eis mais um efeito do malfadado “caso gafanhotos”. Se não pode se candidatar, também não poderia ocupar cargo na administração pública.

Logo, Neudo será “a voz” a orientar os passos de Suely na condução do governo. Por questões óbvias, tempo e ocasião não vão faltar, uma vez que o casal divide o mesmo leito há anos. A impossibilidade de Neudo ocupar a Casa Civil, creio, foi informada pelo Ministério Público Federal (MPF), quando das orientações repassadas à governadora eleita sobre as boas práticas administrativas há alguns dias.

CASSADO 1

O Tribunal Regional Eleitoral de Roraima (TRE) confirmou no início da noite desta segunda-feira, 1º, a cassação do mandato do governador Chico Rodrigues (PSB). A decisão final saiu depois dos julgamentos de três embargos impetrados depois que a Corte Eleitoral havia cassado o mandato de Chico no mês de novembro, devido a compra de votos nas eleições de 2010. 

CASSADO 2

Um dos embargos foi impetrado por Neudo Campos (PP) que queria que o TRE lhe desse o direito de assumir o governo por ter ficado em segundo lugar naquele pleito. A Corte Eleitoral negou provimento ao embargo apresentado por Neudo.

CASSADO 3

De acordo com a Assessoria de Comunicação do TRE, quem assume o governo – provavelmente amanhã – é o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Chico Guerra (PROS). A partir de quando assumir o governo, Guerra tem grita dias para convocar uma eleição indireta para a escolha de um governador tampão, até que Suely Campos assuma o governo em 1º de Janeiro de 2015.

ENTRE PARENTES

Aliás, continuam as especulações sobre quem vai substituir Neudo Campos (PP) no comando da Casa Civil, uma vez que ele “desistiu” do cargo sem esclarecer os motivos. Entre as paredes da residência dos Campos dois nomes estão sendo cogitados. Um deles é o do vereador Paulo Linhares (PP), sobrinho de Neudo. O outro é o da filha do casal, Daniele Campos. A informação parte de fonte seguríssima.

FOLHA CORRIDA

A desistência de Neudo, até então confirmado como o primeiro e único nome do secretariado de Suely pegou a todos de surpresa. À imprensa local, Neudo falou sobre estar estudando outras possibilidades. A verdade é uma só: caiu a ficha de Neudo quanto à sua impossibilidade de assumir qualquer cargo público, devido à sua condição de ficha suja e aos muitos processos que ele responde na justiça. Eis o real motivo.

QUEM GOVERNARÁ 1

E por falar em Neudo e Suely, o casal poderoso esteve este no último sábado (29) participando de um almoço organizado por populares em Caroebe. Foram agradecer os votos obtidos naquele carente município de Roraima. Discursos de lideranças locais chamavam Neudo Campos de “meu governador” o tempo todo.

QUEM GOVERNARÁ 2

Durante sua fala no evento que antecedeu ao almoço do qual participaram em Caroebe, Neudo Campos disse que ainda não sabe (falou como se fosse ele o governador) como vai administrar o caos que impera na Saúde, Educação e Agricultura. Acusou o atual governo de sonegar informações importantes para que seja possível começar a planejar a nova gestão. Segundo Neudo, a situação do estado “talvez piore um pouco, antes de começar a melhorar”.

APAGÃO 1

Um dos assuntos mais comentados no evento de homenagem a Neudo e Suely foi a questão energética em Caroebe. Hoje, falta energia no município todos os dias. Suely criticou a demora na entrega efetiva, pelo governo, da Hidrelétrica de Jatapú em funcionamento. O então governador José de Anchieta (PSDB) inaugurou, no ano passado, uma das turbinas de Jatapú, mas até hoje ela nunca funcionou.

APAGÃO 2

Suely disse ter tomado conhecimento do montante de mais de R$ 40 milhões para comprar e colocar as turbinas em funcionamento, mas, no entanto, até agora a população de Caroebe padece com a falta de energia elétrica em casa. Ela acusou o governo de não pagar a CMT, empresa responsável pela obra. “Eu garanto que nós vamos terminar essa obra. Eles [o governo] vão ser obrigados a nos dizer onde foi parar o dinheiro de Jatapú”, afirmou.

APAGÃO 3

Um técnico que trabalha na obra disse a este colunista que os recursos destinados para por as turbinas em funcionamento são quase R$ 50 milhões. Segundo ele, quando Chico Rodrigues perdeu a eleição no segundo turno, houve ordem para que a obra fosse parada. Foi quase um mês de paralisação. Ele disse ter ouvido palavrões impublicáveis dos responsáveis pela obra, quando da paralisação dos trabalhos. Ainda de acordo com o técnico, dias depois as atividades foram reiniciados e Jatapú deve entrar em funcionamento até março.

MÃOS DE TESOURA 1

O prefeito de Rorainópolis, Adilson do Asa (PP), vetou parcialmente o Plano de Cargos Carreiras e Remuneração (PCCR) dos servidores municipais, aprovado pela Câmara de Vereadores local.  A parte vetada da matéria foram exatamente as emendas feitas pelos parlamentares, acrescentando valores entre R$ 25 e R$ 50 reais ao salário dos trabalhadores, que ganham menos de um salário mínimo, o que é inconstitucional.

MÃOS DE TESOURA 2

A decisão do prefeito de vetar parcialmente o PCCR causou indignação nos vereadores Bida Reis (PT) e Erisneide Silva (PR), que fazem oposição a Adilson do Asa na Câmara. Erisneide Silva diz que o veto do prefeito configura desrespeito para com os servidores municipais. Ela afirma que os vereadores não poderiam aprovar o projeto do jeito que foi mandado à Câmara. 

MÃOS DE TESOURA 3

O vereador Bida Reis, por sua vez, alega que as emendas feitas ao PCCR dos servidores de Rorainópolis tiveram apenas o objetivo de corrigir algumas imperfeições, como a situação de servidores que ganham menos de um salário mínimo. O prefeito Adilson do Asa não foi encontrado por este colunista para comentar o assunto.

NOVO ENDEREÇO

O comentário que rola em São João da Baliza é que o prefeito José Divino (PSDB) mudou-se para Boa Vista, deixando seu município abandonado. Ultimamente Divino só vai a Baliza no final de semana e regressa para a Capital logo na segunda-feira.

DISPUTA ACIRRADA 1

O bicho está pegando pelas bandas da Câmara Municipal de Iracema. A eleição da nova mesa diretora deveria ter acontecido na semana passada, mas o atual presidente da Casa, vereador Marco Antônio, se negou a colocar o requerimento do colega Anderson Morais – que pedia a realização do pleito naquele momento – em votação. Raivoso, Marco Antônio encerrou os trabalhos e adiou a eleição para a sessão seguinte. 

DISPUTA ACIRRADA 2

O vereador Marco Antônio quer ser reconduzido à presidência da Casa, mas só conta com quatro votos, somado aí o próprio. Seu concorrente é o vereador Francisco das Chagas, mas conhecido como Kiko. Este afirma ter o apoio de quatro vereadores e saliva com a possibilidade de exercer a presidência do legislativo local.

PANO RÁPIDO

A senadora Ângela Portela (PT) teve que correr hoje para Brasília para resolver um pepino envolvendo o Sebrae e adiou todos os seus compromissos em Boa Vista, inclusive uma entrevista que concederia a este colunista. O tamanho do pepino ela não precisou.

(*) Luiz Valério é jornalista

 

Deixe uma resposta