Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Colunistas | Wilson Barbosa | Coluna Panorama Esportivo – Wilson Barbosa

Coluna Panorama Esportivo – Wilson Barbosa

wilsonbarbosa6Liderança

Flamengo dominou totalmente o Nova Iguaçu - Foto: Bernardo Gleizer/NIFC/Divulgação

Flamengo dominou totalmente o Nova Iguaçu – Foto: Bernardo Gleizer/NIFC/Divulgação

O Flamengo estava na liderança do Campeonato Carioca , mas perdeu a Taça Guanabara na última rodada, nesta quarta-feira. O time perdeu muitas chances de gol e empatou com o Nova Iguaçu por 0 a 0, por isso foi superado pelo Botafogo – os dois times ficaram com campanhas iguais, mas o desempate aconteceu pelo confronto direto. O Flamengo jogou extremamente tranquilo no primeiro tempo, o que pode ser interpretado de duas formas: por um lado, o time teve o mérito de dominar o Nova Iguaçu com bom toque de bola e marcação firme. Porém, a falta de objetividade para criar chances de gol foi um problema. Em alguns momentos sobrou até displicência, como no lance em que Alecsandro estava sozinho na pequena área e chutou muito fraco para o gol.

Goleada

A vitória por 4 a 1 sobre o Volta Redonda, em São Januário, garantiu a terceira colocação ao Vasco , com 33 pontos ganhos, e o reencontro com o Flamengo , reeditando a final do Campeonato Estadual do ano passado. O público pequeno (2.895 pagantes e 3.098 presentes) não tirou o entusiasmo dos jogadores do Vasco. Do banco de reservas, Marcinho, que ficou seis jogos fora por conta de uma lesão, entrou para garantir os três pontos suficientes para dar tranquilidade na sequência da Taça Guanabara, conquistada pelo Botafogo. “Vasco fez um grande jogo e no segundo tempo teve uma grande atitude, Agradeço aos médicos, que sempre falaram para mim que eu só voltaria 100%. O Capres (Centro Avançado de Prevenção e Reabilitação Esportiva) foi fundamental na minha volta ao time do Vasco”, agradeceu o meia Marcinho.

Temporada

“Fizemos uma partida muito boa. Eles vieram no propósito de atuar no contra-ataque com o jogador (Hugo) que eles têm muito rápido, mas fizemos a melhor atuação na temporada”, avaliou o volante Serginho. Por ter feito melhor campanha que o Vasco na fase inicial da Taça Guanabara, o Flamengo joga com a vantagem do empate dos resultados para chegar à final do Campeonato Carioca . O técnico Doriva fez questão de exaltar o poder de reação da equipe após voltar derrotada de Friburgo, no último domingo. O treinador projeta o jogo com o Flamengo e considera que o time vai como foi planejado no início do ano.

Semifinais

Precisando de um empate para se garantir nas semifinais do Campeonato Carioca , o Vasco da Gama não se arriscou e triunfou nesta quarta-feira sobre o Volta Redonda para selar sua classificação à próxima fase do Estadual. Jogando em São Januário, o elenco cruzmaltino impôs o placar de 4 a 1, com gols de Jhon Cley, Luan, Rafael Silva e Marcinho, enquanto Higor Leite descontou para os visitantes. Com o resultado positivo, o Vasco da Gama terminou a fase de classificação na terceira colocação, com 33 pontos. A equipe de São Januário irá enfrentar nas semifinais a equipe que terminou no segundo lugar da etapa, o Flamengo , com 36 pontos. Já o Volta Redonda terminou na sétima colocação, com 23 pontos, e se garantiu na edição de 2015 do Campeonato Brasileiro da Série D.

Interesse

A diretoria do São Paulo busca um substituto para o técnico Muricy Ramalho e o nome do treinador do Flamengo , Vanderlei Luxemburgo, apareceu como um dos quatro de uma lista do clube paulista. Ao saber do interesse são-paulino, o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Melo, ironizou a tentativa de tirar o técnico do clube carioca. “O São Paulo está anunciando interesse no nosso treinador é porque o clube tem bom gosto. Mas não existe absolutamente nenhuma negociação”, descartou Eduardo Bandeira de Melo. Na última terça-feira, os clubes se reuniram na Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) para tratar dos valores dos ingressos para as semifinais. O presidente rubro-negro não foi, mas enviou um representante do Flamengo. No entanto, ele ficou insatisfeito com a decisão tomada na reunião.

Emoção

O Fluminense esteve muito perto de ser eliminado do Campeonato Carioca , mas conseguiu espantar a zebra com muita emoção, nesta quarta-feira. O time tricolor conseguiu vencer o Madureira, por 2 a 1, mas apenas com gol marcado aos 44min do segundo tempo. O resultado colocou o Fluminense no quarto lugar e na semifinal do Carioca, contra o Botafogo. Em um jogo com cara de mata-mata, a expectativa era por muitos gols e emoções em campo. No começo, houve muitas chances disso acontecer. Tanto Madureira quanto Fluminense chegaram perto do gol, pois saíram para o ataque e também deram espaços atrás. Mas as finalizações falharam e ainda houve uma bola na trave de Cavalieri.

Armação

Mas esse ímpeto inicial durou pouco. Logo os times cansaram, deixaram o jogo com ritmo lento e mostraram pouca criatividade na armação de jogadas. Por isso só surgiu mais uma chance em contra-ataque, quando Cavalieri salvou o Fluminense. O Madureira estava bem mais organizado e perigoso em campo. Ricardo Drubscky tentou mudar o Fluminense já no intervalo, trocando o zagueiro Henrique pelo meia Marlone. O time tricolor passou a ganhar o meio-campo e ficar com a bola, mas não sabia o que fazer com ela. Os jogadores erraram muitos passes, inclusive de forma bizarra.

Penhorado

O ex-atacante Donizete ganhou mais um capítulo na briga judicial com o Botafogo . Depois de nove meses de atraso no pagamento do valor do acordo firmado com o clube para receber, o “Pantera”, como era conhecido, buscou a Justiça e vai receber o valor penhorado de R$ 1.978.848,68 (sendo que R$ 659.616,23 de multa por atraso). “Prevaleceu o bom senso, e o Donizete procurou os representantes do Botafogo para evitar esta multa (R$ 660 mil), mas não fomos atendidos. O clube insistiu na tese que o processo deveria ir para fila, mas a juíza entendeu que o Botafogo abriu mão de parte da dívida para ter um desconto. A juíza mandou penhorar as contas e as receitas futuras até apurar o valor”, destacou o advogado Luiz Roberto Leven Siano, que espera a apuração do valor arrecadado na penhora das contas do clube.

Estipula

A boa relação com o Vasco da Gama pode ter pesado na decisão da Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro), que determinou na última terça-feira que os ingressos para as semifinais do Campeonato Carioca terão preços entre R$ 60 e R$ 100. Ainda que os valores não sejam baixos, a sugestão feita pelo Fluminense era baseada em entradas ainda mais caras. Únicos classificados antecipadamente, Botafogo e Flamengo endossaram propostas diferentes: enquanto o time alvinegro se juntou ao Madureira por ingressos mais baratos, os rubro-negros concordaram com o Fluminense. Mas quem de fato decidiu foi o Conselho Arbitral da Ferj, que deixou os valores referentes às finais para serem decididos posteriormente. As semifinais estão marcadas para este e o próximo final de semana, enquanto as finais serão nos dias 26 de abril e 3 de maio.

Desrespeito

O atacante Fred será denunciado pelo procurador-geral do TJD-RJ (Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro), André Valentim, por desrespeito à arbitragem com críticas proferidas após o clássico entre Flamengo e Fluminense, disputado no último domingo. Com isso, o jogador pode pegar até seis jogos de suspensão. Inicialmente, Valentim iria aplicar o artigo 243-F, relacionado à ofensa, mas, após outra análise, optou pelo 258, referente a desrespeito. Neste caso, a pena varia de uma a seis partidas sem o atleta entrar em campo. Primeiro, o atacante do Fluminense criticou o árbitro da derrota por 3 a 0 para o Flamengo , Wagner do Nascimento Magalhães. Posteriormente, em entrevista ao deixar o Maracanã, deu a entender que a Ferj estaria beneficiando outras equipes, e lançou desconfiança sobre o trabalho do juiz Luís Antônio Silva dos Santos, mais conhecido como Índio.

Comentar

A reta final da primeira fase do Campeonato Carioca tem sido decisiva para Madureira e Fluminense, que rivalizam por uma vaga nas semifinais. E o presidente madureirense, Elias Duba, elevou a tensão ao comentar a fúria do atacante Fred contra a federação do Rio de Janeiro – o camisa 9 do Flu chegou a dizer que o Estadual “tem que acabar”. “A opinião do Fred não me importa muito, acho que ele já acabou como jogador”, disse o cartola em entrevista ao jornal Lance!, ironizando ainda o desempenho do atleta na Seleção Brasileira na Copa de 2014. “Nesta linha de pensamento, ele deve achar que a Copa do Mundo também deveria acabar, já que foi lá e não participou dela”.

Suspensivo

Na noite desta terça-feira, o Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) aceitou o recurso do departamento jurídico do Flamengo e concedeu efeito suspensivo ao técnico Vanderlei Luxemburgo, punido com dois jogos pela 1ª Comissão Disciplinar após tecer duras críticas à entidade que rege o futebol carioca (Ferj). Assim, o comandante está liberado para dirigir o clube rubro-negro no clássico de domingo, contra o Fluminense , no Maracanã. A condenação de Luxa foi estruturada no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) – “assumir qualquer conduta contrária à disciplina e à ética desportiva” -, com agravante no 178. Antes presentes na denúncia, os artigos 243-B e 243-C acabaram retirados pela procuradoria. O dono da prancheta ainda acabou absolvido no 243-D, durante sessão realizada na tarde da última segunda-feira.

Polêmica

Após a polêmica derrota para o Flamengo no último domingo, o vice de futebol do Fluminense , Mário Bittencourt, atacou a Ferj e também ironizou os pênaltis marcados em favor do Vasco no revés para o Friburguense. Ao saber da entrevista do dirigente tricolor, o presidente vascaíno, Eurico Miranda, rebateu as acusações. O mandatário cruzmaltino criticou as declarações de Bittencourt e afirmou que o dirigente deveria ter reclamado apenas da expulsão de Fred no clássico contra o Flamengo. Além disso, Eurico citou erros de arbitragem contra o Vasco durante o Campeonato Carioca para rechaçar qualquer pressão por benefícios ao clube de São Januário.

Rebaixado

Até 2002, os torcedores da Portuguesa tinham vários motivos para colocar a equipe entre as “grandes” do futebol brasileiro. O principal deles: em 82 anos de história até então, o time rubro-verde nunca havia sido rebaixado, sempre frequentando a elite do futebol paulista e nacional. Além disso, havia feito ótimas campanhas recentes em torneios importantes – vice brasileira em 1996 e semifinalista em 1998, por exemplo. Desde aquela primeira queda, porém, o caminho ladeira abaixo se acelerou como nunca. Foram nada menos que sete rebaixamentos no Brasileiro e no Paulista nos últimos 13 anos – uma média de mais de um descenso a cada duas temporadas. Uma situação que coloca o clube, hoje, no pior momento de sua história: na Série A2 estadual e na Série C nacional.

Classificado

Já classificado e garantido com a primeira colocação geral do Campeonato Paulista , o Corinthians não repetiu desempenhos recentes em duelo fora de casa contra o XV de Piracicaba na noite desta quarta-feira. Com reservas, a equipe paulistana teve problemas na criação de jogadas e sofreu o empate por 2 a 2 dos donos da casa já na reta final da partida, resultado que classificou o time do interior para as quartas de final. A derrota e o fim da invencibilidade no ano escaparam por pouco. Aproveitando-se do remendado Corinthians, o XV de Piracicaba usou a velocidade para assustar o poderoso rival nos minutos iniciais. Com tal estratégia, conseguiu sair na frente, mas em lance iniciado por lateral. Mesmo com problemas na criação, os visitantes conseguiram virar ainda no primeiro tempo, com ótimo chute de Bruno Henrique e gol de Love após escanteio.

Itaquera

Os corintianos também não conseguiram se encontrar no segundo tempo. Pelo contrário: viram o XV criar chances e até acertar a trave. Sem conseguir se acertar em campo, o empate veio já na reta final do segundo tempo, com Paulinho. O XV ainda pressionou no fim do jogo e ficou perto de cravar a primeira derrota corintiana no ano. Com 37 pontos, o Corinthians avança em primeiro lugar na liderança geral, mas sem garantir a final em Itaquera – a equipe pode ser ultrapassada no combinado de pontuações pelo Santos após as semifinais. O time alvinegro pega a Ponte Preta pelas quartas de final neste fim de semana na Arena, em horário a definir.

Valorizou

Tite valorizou a campanha sem derrotas do Corinthians na primeira fase do Campeonato Paulista , encerrada com um empate por 2 a 2 com o XV de Piracicaba, antes de lamentar o provável horário do duelo contra a Ponte Preta . Nas quartas de final, seu time deverá atuar às 11h (de Brasília) de domingo. “Vamos ter bom senso. Não dá, não dá. Não dá para ninguém. Não sei a solução, mas 11h da manhã não dá”, afirmou o treinador, antecipando-se ao anúncio da Federação Paulista de Futebol (FPF), que anunciará nesta quinta-feira a tabela detalhada do mata-mata. A programação das quartas de final está complicada porque os três times da capital venceram seus grupos e, portanto, obtiveram direito de atuar em casa. Mas o fim de semana só tem dois dias, e há protestos marcados para a cidade na tarde de domingo, com atenção de boa parte do efetivo da Polícia Militar.

Provável

Assim, o mais provável é que o São Paulo recebe o Red Bull no sábado. O Corinthians enfrentaria a Ponte Preta na manhã de domingo, antes das manifestações vespertinas. O Palmeiras , que não tem compromisso no meio de semana, deverá atuar contra o Botafogo na segunda. A solução não agrada a Tite. “Todo o mundo que está ouvindo já jogou uma peladinha às 11 da manhã e sabe a resposta. Todos nós sabemos. Senhor, tu, que está ouvindo, já jogou e sabe como é ruim. Não dá para se alimentar direito, o nível de concentração é menor. Não dá, não dá. Se tiver que jogar, vou fazer o quê? Mas não é o ideal. Não é”.

Vitória

Há vida sem Muricy Ramalho no São Paulo. No primeiro jogo sem o treinador, que enfrentava críticas e convivia com problemas de saúde, a equipe tricolor conseguiu uma boa vitória nesta quarta-feira por 3 a 0 sobre a Portuguesa no Morumbi, pela última rodada da primeira fase do Campeonato Paulista de 2015 – houve gritos por Luxemburgo no estádio. De quebra, os comandados de Milton Cruz ainda rebaixaram a Lusa para a Série A2, em mais uma humilhação do time rubro-verde. Veja todos os detalhes do jogo aqui. Entre poupados, suspensos e lesionados, o interino são-paulino promoveu várias mudanças na equipe do Morumbi. Apareceram no time titular Renan Ribeiro, Paulo Miranda, Rodrigo Caio, Hudson e Cafu. Os jogadores mostraram entrega e não tiveram dificuldades para construir a vitória sobre o adversário, que não mostrou nenhuma resistência.

Mudança

Em campo, os são-paulinos não apresentaram tanta mudança no padrão de jogo. A vitória foi mais baseada nos erros da frágil Portuguesa. O primeiro gol foi uma prova disso, com falha de marcação da zaga adversária e do goleiro Rafael Santos. Ainda no primeiro tempo houve o segundo gol, este mais baseado em talentosa finalização de Alexandre Pato. Entregue, a Lusa sequer assustava. Com o primeiro lugar do Grupo A, o São Paulo encerra a primeira fase com 32 pontos, na terceira colocação da classificação geral. Agora, enfrenta o Red Bull, no Morumbi, pelas quartas de final, em datas e horários a definir. Já a Lusa é rebaixada com apenas 13 pontos e acumula mais uma humilhação recente em sua história.

Tropeçar

Após vencer com propriedade o Mogi Mirim na penúltima rodada do Campeonato Paulista , o Palmeiras voltou a tropeçar e frustrar seus torcedores. Com um time misto, já que muitos titulares forçaram suspensão para chegar às quartas de final sem cartões amarelos, a equipe da capital até saiu na frente, mas abusou das falhas defensivas e apenas empatou com o Ituano por 2 a 2 nesta quarta-feira, no Estádio Novelli Júnior. Com a igualdade no placar, o clube alviverde termina com a pior campanha entre os grandes do Estadual.  Com 31 pontos, o Palmeiras acaba como líder isolado do Grupo 3, mas atrás de Corinthians, Santos e São Paulo na classificação geral. Agora, a equipe comandada por Oswaldo de Oliveira se prepara para encarar o Botafogo-SP, que venceu o Mogi Mirim por 3 a 1 e garantiu o segundo lugar da chave. Ainda não há uma definição de quando será o confronto, mas é provável que o clube alviverde entre em campo na segunda-feira, por uma questão de segurança.

Truncado

Palmeiras e Ituano fizeram um primeiro tempo truncado e com poucas chances para os dois lados. A equipe da capital teve três oportunidades, é verdade que sem muito perigo, enquanto os donos da casa sequer assustaram o estreante Aranha. Pelo lado alviverde, Maikon Leite e Valdivia tentaram, mas a melhor saiu da cabeça do zagueiro Nathan, que subiu sozinho após cobrança de falta, mas mandou para fora. Lutando para tentar se manter entre os melhores da tabela geral, o Palmeiras ainda pressionou o Ituano no final da partida e conseguiu o gol de empate. Após saída errada dos donos da casa, Robinho arriscou de fora da área, mas foi travado. O rebote acabou nos pés do jovem João Pedro, que bateu cruzado, sem chance para o goleiro rival.

Dificuldades

O Santos não teve dificuldades para bater o Rio Claro e garantir a segunda melhor campanha da primeira fase do Campeonato Paulista . Com um ritmo forte no primeiro tempo, os donos da casa desperdiçaram muitas chances, mas marcaram com Ricardo Oliveira e David Braz e terminaram em alta no Grupo 4. Com 2 a 0 no placar, a equipe do litoral agora encara o XV de Piracicaba, que empatou com o Corinthians nesta quarta-feira e garantiu sua vaga.  O Santos dominou totalmente a etapa inicial na Vila Belmiro. Com facilidade para atacar, não precisou de mais de cinco minutos para marcar o primeiro com Ricardo Oliveira, após grande jogada de Marquinhos Gabriel, e só não saiu com um placar mais elástico porque desperdiçou ótimas oportunidades. Apesar de não ter muita importância para a classificação, o gol foi histórico para os donos da casa: o tento foi o de número 5.000 da equipe em Campeonatos Paulistas.

Confronto

O técnico Oswaldo de Oliveira quer muito cuidado do Palmeiras no confronto com o Botafogo-SP pelas quartas de final do Campeonato Paulista . Apesar de ser o mandante da partida, sem saber se poderá mesmo jogar no Allianz Parque, o treinador citou dificuldades que o time teve contra equipes de menor expressão em casa na primeira fase do Estadual. Na quarta, ficou no 2 a 2 com o XV de Piracicaba. “O Botafogo é um time bom, que se classificou com méritos e jogou partidas muito boas, contando com jogadores experientes. Sabemos que temos encontrado jogos muito duros na arena”, afirmou o comandante, para completar. “O Bragantino foi um exemplo, além do Capivariano. No último jogo, embora tenhamos marcado 3 a 0 ainda no primeiro tempo, o Mogi Mirim mostrou qualidade e um bom desempenho. Sabemos que essas equipes se superam e temos de estar preparados para superá-las”, comentou.

Recordação

Tite começou a franzir as sobrancelhas ao ouvir uma pergunta sobre a Ponte Preta , mas acabou sorrindo. Após a recordação da vitória da equipe campineira sobre o Corinthians no Campeonato Paulista de 2012, a questão citou também a devolução da eliminação, no ano seguinte, com goleada. “Está 0 a 0, então. Ganhou um e perdeu outro. Que bom que você não lembrou só a ruim. Nem só a boa”, brincou o treinador, que reverá o adversário no fim de semana. Em jogo único em Itaquera, seu time duelará por vaga nas semifinais do Estadual com a formação do interior de melhor campanha no campeonato de 2015. “É uma equipe muito bem dirigida pelo Guto (Ferreira). Tem transições rápidas pelo lado e vem apresentando um futebol de qualidade. Não joguei contra, mas estou observando. É um grau de dificuldade grande, e vai haver mobilização nossa para saber desse grau de dificuldade”, disse Tite.

Atacante

O atacante Robinho deixou a Vila Belmiro nesta quarta-feira admitindo a má pontaria na vitória por 2 a 0 do Santos sobre o Rio Claro, que assegurou a segunda colocação geral na primeira fase do Campeonato Paulista. O principal astro santista não foi poupado nem pelos companheiros. O zagueiro David Braz afirmou que “de bico” foi mais eficiente que o camisa 7. O defensor marcou o segundo gol santista na partida, já nos minutos finais, após sobra em um escanteio. “A gente tem que caprichar mais na finalização. Estamos jogando bem, criando, e temos que fazer mais gols”, disse o atacante no intervalo. “Estava brincando com o Robinho, ele tentou de chapa, de tudo que foi jeito, e eu u fui lá, de bico, e fiz o gol. Legal, importante conseguir essa vitória, conseguir o segundo lugar, que era o objetivo”, completou Braz.

Goleiro

Depois de quase dois anos de espera, Renan Ribeiro fez sua estreia no gol do São Paulo na noite desta quarta-feira, na fácil vitória por 3 a 0 sobre a Portuguesa . Ao final do jogo em que pouco foi exigido no Morumbi, o goleiro fez questão de enaltecer a importância de Rogério Ceni em sua carreira. “É um cara que é muita referência para mim. Desde pequeno, sempre me espelhei demais nele. Venho tentando pegar o melhor dele para colocar no meu trabalho”, disse o jogador de 25 anos, que assumiu o posto de reserva imediato em razão da lesão de Denis no ombro direito, no mês passado. Apesar da necessidade de vitória da Portuguesa para escapar da queda à Série A-2 do Campeonato Paulista , Renan Ribeiro praticamente não trabalhou ao longo dos 90 minutos.

Adversário

Sua única defesa foi nos minutos finais do segundo tempo, quando o adversário já jogava com um a menos, depois da expulsão do atacante Edno. Ele saltou no canto esquerdo e buscou a bola no ângulo. Com a estreia nesta quarta-feira, o ex-atleticano se tornou o 90º goleiro a defender o clube na história. “Começa uma nova história, um novo ciclo na minha vida. Estou preparado, para o que tiver que vir. Nesses dois anos, venho corrigindo o que errei lá atrás, aperfeiçoando no dia a dia. Tenho 25 anos, acho que estou preparado”, comentou, na saída do gramado do Morumbi.

Cauteloso

O técnico Oswaldo de Oliveira continua bastante cauteloso com o meia Valdivia. Mesmo após atuar nos primeiros 45 minutos do empate por 2 a 2 com o Ituano – foi substituído por Robinho no intervalo -, nesta quarta-feira, o chileno não tem escalação garantida diante do Botafogo-SP, pelas quartas de final. “Precisamos saber avaliar. Eu já tinha combinado que o Valdivia jogaria 45 minutos e sairia para a entrada do Robinho. Ele jogou 28 da última vez e sentiu bastante hoje. Iniciar uma partida é bem diferente. Vamos progredindo com ele até chegar a um estágio normal de jogador”, afirmou Oswaldo. Ainda em um estágio anormal, portanto, Valdivia não é nome certo na formação palmeirense nas quartas de final do Campeonato Paulista . “Não tenho nem ideia a respeito. Vou pensar melhor, ver como ele reage”, postergou o treinador, para quem o meia “estava bem desgastado” no interior paulista. “Era só olhar para ver. Acho natural que isso aconteça”.

wilsonbarbosa3(*) Wilson Barbosa é jornalista e cronista esportivo. Email: www.wilsonbarbosatreze@gmail.com

Deixe uma resposta