Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Colunistas | Wilson Barbosa | Coluna Panorama Esportivo 16.06.14 – Wilson Barbosa

Coluna Panorama Esportivo 16.06.14 – Wilson Barbosa

Atropela

Thomas Müller marcou o primeiro hat-trick da Copa do Mundo - Foto: Agência ReutersO dia começou com uma notícia motivadora para os alemães: o ex-piloto de Fórmula 1 e ídolo Michael Schumacher saía do coma após quase seis meses. Pode-se dizer que em campo sua seleção tratou de homenageá-lo, acelerando e decidindo no primeiro tempo. Principalmente por parte de Thomas Müller, autor do primeiro hat-trick da Copa do Mundo e nomeado o melhor em campo. Os três gols do atacante do Bayern de Munique deixaram Portugal de Cristiano Ronaldo como o retardatário do Grupo G após os 4 a 0, nesta segunda-feira, na Arena Fonte Nova. Hummels fez o outro e determinou que, até aqui, Salvador é a cidade das goleadas do torneio – na última sexta-feira, a Holanda aplicou 5 a 1 em cima da campeã Espanha. A Alemanha, soberba mesmo diante de todas as preocupações com o clima, é a líder da chave, com três pontos. Estados Unidos e Gana se enfrentam ainda nesta segunda, às 19h (de Brasília), na Arena das Dunas, em Natal.

Histórica

Foi uma bela maneira de também atingir uma marca histórica sob os olhares da chanceler Angela Merkel, que viajou basicamente para acompanhar a estreia de seu país. A Alemanha, tricampeã, chegou aos 100 jogos em Copas do Mundo, à frente inclusive do Brasil. Em 11 das 17 edições, os europeus acabaram entre os três melhores. Venceram agora 61 vezes, com 19 empates e 20 derrotas. É claro que estava quente. De acordo com o site da Fifa, 26ºC, 80% de umidade e uma sensação de que havia um sol para cada um dos 22 em campo. Os alemães, tão acostumados ao frio, mostraram que já fizeram da Bahia o seu recanto. Correram, principalmente no setor ofensivo, deixando clara a intenção de Joachim Löw em não prender algum homem ali – seja ele um falso nove, até porque os dois originais, Klose, pelo estilo, e Schürrle, pela camisa, ocupavam um lugar no banco.

Superar

A seleção brasileira enfrenta na terça-feira em Fortaleza o México, que o técnico Luiz Felipe Scolari definiu como “pedra no sapato”, em partida entre duas equipes que venceram na estreia e podem dar um grande passo rumo à classificação para as oitavas de final. A vaga para a segunda fase pode ser garantida matematicamente com uma vitória sobre os mexicanos e um empate na partida entre Croácia e Camarões, marcada para o dia seguinte em Manaus. Para isso, porém, o Brasil precisará mostrar mais firmeza do que na estreia, quando sofreu muito para vencer os croatas de virada por 3 a 1, em São Paulo, em partida na qual foi beneficiado por um pênalti duvidoso marcado em Fred. Já os mexicanos obtiveram uma vitória ‘magra’ por 1 a 0 sobre Camarões, em Natal, mas poderiam ter conseguido um placar mais elástico se dois gols não tivessem sido mal anulados.

Arbitragem

As polêmicas com a arbitragem deixaram os mexicanos com receio de ter que lidar com um ‘apito caseiro’. “É algo que não podemos controlar, você tem que aceitar as coisas e torcer para que coisas deste tipo não aconteçam”, declarou o capitão mexicano Rafael Márquez, ex-zagueiro do Barcelona, que está em seu quarto Mundial. O último confronto entre as duas equipes aconteceu na Copa das Confederações, com vitória por 2 a 0 dos comandados do técnico Luiz Felipe Scolari. Os gols foram marcados por Neymar e Jô. Curiosamente, esta partida também aconteceu em Fortaleza, pela segunda rodada da fase de grupos.

Partimos

“Fizemos um ótimo jogo, começamos bem, partimos para cima do México e fizemos um gol logo no início. Mesmo assim, foi um jogo difícil, então a gente espera um jogo difícil também. Queremos vencer, somar os seis pontos, e, para isso, teremos que ser quase perfeitos”, avisou Oscar, um dos destaques da vitória sobre os croatas na estreia. “Vamos fazer de tudo para sairmos com a vitória, não importa se jogarmos bem ou mal. Vai ser um jogo completamente diferente daquele que fizemos contra a Croácia. O México tem uma boa saída de bola também e contra-ataques rápidos”, completou. Contra Camarões, ‘El Tri’ mostrou qualidade no toque de bola, com jogadores velozes e habilidosos, como o volante Héctor Herrera ou os atacantes Peralta e Giovanni dos Santos, filho de um ex-jogador brasileiro que fez carreira no México.

Atacante

O atacante Hulk deixou o hotel que a Seleção está concentrada, em Fortaleza, na manhã desta segunda-feira, para realizar exames na coxa esquerda em uma clínica da capital cearense. Os resultados ainda não foram divulgados, e o camisa 7 segue como dúvida para a partida desta terça-feira contra o México, na Arena Castelão. Na manhã de domingo, ainda na Granja Comary, Hulk deixou o coletivo mais cedo por causa de um incômodo na parte posterior da coxa esquerda. Em seguida, na entrevista coletiva, ele revelou que sentiu o incômodo em dois momentos: quando levantou a perna e no momento em que marcou um dos gols na atividade. “Quem vai decidir é o Felipão. Quero jogar todos os jogos. Vou tratar para poder chegar na terça e poder entrar em campo para ajudar a Seleção” afirmou o jogador.

Jornalista

Leonardo Baran, jornalista do canal de televisão Esporte Interativo, foi o responsável pela pergunta que deixou o atacante Hulk desconfortável em entrevista na segunda-feira, em Teresópolis. Ele indagou o que o nordestino tinha de diferente em relação ao resto dos brasileiros e os classificou como “povo engraçado”. O paraibano Hulk não gostou e rebateu. Em seu perfil no Facebook, o repórter pediu desculpas pela polêmica. “Minha intenção era que ele falasse sobre a ligação histórica da Seleção com o público nordestino, tradicionalmente um porto seguro para o time, seja em que momento for”, explicou Baran, arrependido. “Mas eu acabei me perdendo e escolhi palavras erradas para o que eu queria dizer. Quando disse que o nordestino é ‘engraçado’ eu queria dizer que é muito alegre”, justificou.

Confiança

Em sua estreia em Mundiais, a Bósnia enfrentou de cara a Argentina, um grande adversário. Mas apesar da derrota por 2 a 1, os jogadores bósnios se mostraram orgulhosos por ter balançado as redes e satisfeitos com o desempenho  da equipe. O atacante Edin Dzeko postou em seu perfil oficial no Twitter que acredita numa possível classificação para as oitavas. “Orgulhoso desse time! Cabeça em pé, vamos seguir em frente! Tudo ainda está em aberto! Vamos encaminhar a Bósnia.” O goleiro Asmir Begovic também acha que é possível avançar na fase de grupos. “Claro que estamos vivos! Temos mais dois jogos, vamos ver o que acontece. Acho que mostramos que podemos jogar contra qualquer um. Jogamos contra a Argentina, um dos melhores times do mundo, e vamos tentar vencer os próximos dois jogos”, afirmou.

Atitude

O técnico da seleção uruguaia Oscar Tabárez tenta recompor o grupo após a derrota decepcionante para a Costa Rica por 3 a 1 na estreia da Copa do Mundo. Agora sua equipe terá pela frente a forte Inglaterra, que também perdeu a primeira partida para Itália. Apesar das dificuldades, o treinador pediu mais atitude de seus comandados e afirmou que no futebol “nada é impossível”. “Em todo esse tempo aprendemos a aceitar as derrotas e a seguir o caminho correto. Amanhã (terça-feira) vamos treinar novamente porque jogamos diante de um rival muito qualificado. Merecíamos melhor sorte no resultado. Considerando tudo isso temos que trabalhar muito, enfrentar o ponto forte e trabalhar para não haver problemas na zona defensiva. É uma final e precisamos de uma vitória. Temos que ter mais atitude em uma partida que é difícil, mas não impossível”, disse.

1ª zebra da Copa

Após vencer o Uruguai de virada por 3 a 1 – resultado que representou a primeira zebra da Copa -, a seleção da Costa Rica voltou a treinar com bola nesta segunda-feira para dar início a sua preparação para a partida contra a Itália. A seleção costarriquenha, que já havia realizado um treino físico ontem em Fortaleza, realizou os trabalhos de hoje no estádio da Vila Belmiro, em Santos. Para evitar o assédio da imprensa, principalmente inglesa e italiana, a prática só esteve aberta para registro de imagens durante os 15 minutos iniciais. Os costarriquenhos, líderes do grupo D – o chamado grupo da morte, que conta com três seleções que já foram campeãs do mundo -, jogarão contra os italianos na próxima sexta-feira em Pernambuco. A ‘Azzurra’, por sua vez, também convenceu na estreia ao bater a Inglaterra por 2 a 1.

Excelente

A excelente atuação do último sábado atraiu a presença de mais jornalistas que o habitual ao treino da seleção costarriquenha, até então sem qualquer pretensão de classificação. Na estreia de sua quarta Copa, os ‘ticos’ (presentes em 1990, 2002 e 2006) saíram atrás no marcador e, mesmo diante do Uruguai do atacante Edinson Cavani, conseguiram uma espetacular virada, com gols do jovem atacante Joel Campbell, do Arsenal, do zagueiro Óscar Duarte e do atacante Marcos Ureña. Além da grande partida de Campbell, as defesas do goleiro Keylor Navas também foram decisivas para a primeira grande zebra da Copa de 2014.

Decepcionado

O capitão e zagueiro da seleção uruguaia Diego Lugano admitiu, nesta segunda-feira, que a partida contra a Inglaterra, marcada para quinta-feira, em São Paulo, será uma verdadeira final para as duas seleções, que perderam suas partidas de estreia na Copa do Mundo. Apesar disso, o ídolo são-paulino afirmou que jogará em sua segunda casa e que contará com o apoio da torcida paulista na Arena Corinthians, em Itaquera. “É especial. Voltar a São Paulo, pra mim, sempre traz muitas lembranças boas, muita energia positiva e muita gente que torce e gosta de nós. Nada melhor que um jogo tão difícil, decisivo e complicado pra nós. Se não pode ser em Montevideo que seja em São Paulo. Tomara que essa energia nos contagie”, disse Lugano, campeão da Libertadores e Mundial pelo São Paulo.

Holandeses

Indo de Salvador ao Rio Grande do Sul, onde na próxima quarta-feira a Holanda enfrenta a Austrália, às 13h (de Brasília), o Ônibus Laranja Holandês (Dutch Orange Bus) estragou em Betim, região metropolitana de Belo Horizonte. O problema ocorreu na BR-381na noite desse domingo. Um grupo de holandeses que acompanham a equipe do país há alguns anos, viram o veículo quebrar e ficaram parados na estrada. O ônibus foi retirado da pista e levado para um pátio da Polícia Rodoviária Federal (PRF) até a resolução do problema. Alguns taxistas deram suporte e levaram os ocupantes do veículo para hotéis na região. O motorista, Frans Peeters, levou o mecânico ao coletivo nesta manhã de segunda-feira e foi detectado um problema na tração, mas se não for corrigido a tempo o grupo vai seguir para Porto Alegre de avião.

Ingressos

A tentativa de invasão de torcedores argentinos ao Estádio do Maracanã e mais ingressos falsos apreendidos começam a preocupar a Fifa e o Comitê Organizador Local da Copa do Mundo (COL. De acordo com a chefe de imprensa da entidade, Delia Fischer, foram apreendidos 30 ingressos falsos nos estádios em média a cada jogo até agora.  “São ingressos muito bem falsificados, e que só são identificados na catraca porque não têm o chip”, comentou. “É importante alertar que somente são garantidos os ingressos comprados pelo site da Fifa ou nos centros de distribuição de ingressos”, lembrou. Os cambistas agiam com liberdade no Maracanã, mas Delia aponta os dados da polícia para afirmar que a repressão está sendo feita. Apenas no sábado, cinco cambistas foram presos em volta do Maracanã.

Pelados

Os jogadores da seleção croata se negaram a dar entrevistas coletivas neste domingo, devido a publicação de fotos em jornais do país, em que alguns aparecem nus, tomando banho na piscina do hotel onde estão hospedados na Praia do Forte, em Mata de São João, na Bahia. “Não posso obrigá-los a dar entrevistas após o que fizeram com eles e suas famílias”, afirmou o técnico Niko Kovac. O comandante da seleção derrotada pelo Brasil na abertura da Copa explicou que dois fotógrafos de jornais croatas estavam escondidos atrás de arbustos e flagraram os atletas em um momento de lazer, durante a folga que tiveram. As imagens foram tiradas ontem, na primeira folga que os jogadores tiveram no Brasil. Depois de aproveitarem a tarde de sol, alguns atletas permaneceram quando um temporal desabou na região, espantando outros hóspedes. Isolados, o grupo resolveu tirar toda a roupa e aproveitar. “Como vocês se sentiriam se tirassem fotos suas nus e as publicassem em todo mundo?”, indagou o técnico.

Tecnologia

A Fifa quer tornar mais clara a tecnologia na linha do gol, especialmente as imagens mostradas para o público nos telões dos estádios, anunciou Delia Fischer, chefe de comunicação da organização, nesta segunda-feira no Rio. “Trabalhamos para fazer com que seja mais claro”, explicou a responsável pela comunicação da Fifa. Durante a partida entre França e Honduras (3-0), no domingo em Porto Alegre, um chute do atacante francês Karim Benzema bateu na trave. A bola correu sobre a linha do gol, bateu no goleiro Noel Valladares e entrou. Uma primeira sequência em câmera lenta, divulgada na tela do estádio, mostrou que a bola não havia entrado no gol depois de bater na trave com a menção “no goal”. Segundos mais tarde, outra sequência mostrou que o goleiro havia empurrado a bola para trás da linha do gol e que, portanto, ele era válido, com a menção “goal”.

Momento

Este intervalo de tempo entre as duas sequências provocou um breve momento de confusão no estádio, especialmente com “um público que, diferentemente do da Inglaterra, que utiliza um sistema similar, não está familiarizado com a tecnologia na linha de gol”, explicou Delia Fischer. O lance que valeu o segundo gol francês na partida marcou a primeira vez que um gol foi validado com o apoio da tecnologia na história do futebol internacional. A Fifa trabalhará agora para fazer com que as imagens sejam mais claras, em coordenação com a empresa encarregada da tecnologia do gol.

Colombiano

A grande vitória da Colômbia por 3 a 0 sobre a Grécia em Belo Horizonte aparentemente ficou para trás na delegação colombiana. Segundo Carlos Sánchez, volante que atua no futebol francês, o próximo duelo será mais difícil. “Precisamos melhorar ainda mais o que fizemos contra a Grécia para não deixar que a Costa do Marfim faça o que costuma fazer ofensivamente. É uma partida diferente, com um time diferente. Então temos que nos preparar mais para conseguir outra vitória”, alertou. Para o jogador, o ataque formado por Didier Drogba, Salomon Kalou e Gervinho, além do volante Yaya Touré, que costuma chegar ao ataque com eficiência, é o grande diferencial da Costa do Marfim. A Colômbia entra em campo nesta quinta-feira, às 13h (de Brasília), no Mané Garrincha, na capital federal, para o duelo contra a Costa do Marfim. A partida é válida pela segunda rodada do grupo C da Copa do Mundo, que também é integrado por Grécia e Japão.

‘Decisão’

O Maracanã será palco de uma final antecipada da Copa do Mundo na próxima quarta-feira, às 13 horas (de Brasília), no embate entre o empolgado Chile e a abatida Espanha. As duas seleções integram o Grupo B ao lado de Holanda e Austrália. Para o volante Arturo Vidal, a possibilidade de deixar os atuais campeões mundiais fora das oitavas de final é “linda”. O jogador garante que estará em melhores condições físicas no próximo jogo e promete aos chilenos mais um triunfo. “Não estive bem fisicamente diante da Austrália, mas agora estou bem melhor. Meu joelho respondeu bem. Seria lindo eliminar a Espanha. Espero poder jogar, mas isso quem decide é o técnico”, disse nesta segunda-feira, em Belo Horizonte. O volante deu a receita para vencer os espanhóis: muita coragem. “Esperamos fazer as coisas bem. Não viemos aqui para deixa-los fora, mas sim realizar um sonho que é sair campeão do mundo”.

Polêmica

O português Pedro Proença, apontado como um dos melhores árbitros da atualidade, foi escalado pela Fifa para o duelo entre Camarões e Croácia, que acontece na quarta-feira, na Arena da Amazônia, em Manaus, às 19h (de Brasília), pela Copa do Mundo de 2014. Muito elogiado pela imprensa portuguesa, Proença, de 43 anos, é tido como favorito para apitar a final deste Mundial, o que só não deve acontecer caso Portugal seja um dos finalistas. O juiz, que integra o chamado “grupo de elite” de árbitros da Fifa, é conhecido por estudar as equipes antes ir para o jogo e admitir seus erros publicamente. No currículo do português está a arbitragem da final da Liga dos Campeões de 2012, entre Chelsea e Bayern de Munique, vencida pelos ingleses nos pênaltis. No mesmo ano, Proença apitou a final da Eurocopa, realizada na Polônia/Ucrânia, entre Espanha e Itália. Na ocasião, os espanhóis venceram por 4 a 0.

Torcedores

O Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo admitiu, na manhã desta segunda-feira, que um grupo de torcedores invadiu o Maracanã sem ingresso para assistir à vitória da Argentina por 2 a 1 sobre a Bósnia, domingo, pelo Grupo F. De acordo com o COL, contudo, eles não conseguiram assistir à partida pois foram impedidos pelos seguranças privados, ou “stewards”, que os entregaram às autoridades locais. Porém, a conta não fecha. Um vídeo tem circulado nas redes sociais com as imagens de dezenas de argentinos pulando o muro e abrindo o portão no Setor D do estádio. No domingo, o COL anunciou nove detidos na ocorrência. Em briefing para a imprensa nesta segunda-feira, o comitê reconheceu a falha, mas garantiu que nenhum dos invasores conseguiu ver a partida.

Seguranças

“Tivemos uma questão isolada de torcedores que invadiram o portão e eles foram detidos pelos “stewards” (seguranças). Quem pulou o muro foi pego e encaminhado para as autoridades. Isso é um exemplo de que isso não pode prejudicar o ambiente” disse o porta-voz da entidade, Saint-Clair Milesi. Questionado sobre o novo Maracanã, Zico, que participou do briefing em função dos 64 anos do estádio, elogiou a nova estrutura e afirmou que as reclamações sobre as novas características do estádio não condizem com os números do Maracanã nos anos 2000.

Argentinos

Um grupo de quatro argentinos foi impedido de ingressar no Brasil por Uruguaiana, na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul, na manhã desta segunda-feira (16). De acordo com a Polícia Federal, dois deles estavam na lista de barra bravas – como são chamados os torcedores violentos no país vizinho – divulgada pelo Sistema Nacional de Procurados e Impedidos (Sinpi).

Segundo a PF, os outros dois viajantes que estavam juntos com os torcedores foram barrados pela margem de discricionariedade que possui o agente de imigração. A delegacia da Polícia Federal em Uruguaiana está confeccionando os termos de impedimento de estrangeiro.

Impedidos

Na quinta-feira (12), outros três torcedores argentinos já haviam sido impedidos de ingressar no Brasil após passar por postos de fiscalização no Rio Grande do Sul, na fronteira entre os dois países, informou a Polícia Federal (PF). De acordo a PF, em Porto Mauá dois argentinos se apresentaram como turistas que vinham de Buenos Aires com destino ao Rio de Janeiro. Durante a fiscalização, porém, a dupla teria apresentado versões confusas sobre a viagem e foram impedidos de entrar no país. O outro caso ocorreu em Uruguaiana, na fronteira com a cidade argentina de Paso de Los Libres. Lá, um torcedor foi barrado por ter suposta ligação com os barra bravas, como são conhecidas as facções violentas das torcidas de times de futebol argentinos.

Maracanã

Os torcedores que foram ao Maracanã, na Zona Norte do Rio, no domingo (16) para ver o duelo entre Argentina e Bósnia tiveram uma emoção inesperada antes e após o jogo. A escada de acesso ao estádio tremeu bastante com a passagem da multidão, conforme mostram imagens de um vídeo reproduzido nas redes sociais. A pedido doG1, um especialista analisou a estrutura. Segundo o engenheiro civil e conselheiro do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-RJ), Antônio Eulálio, a estrutura da passarela é precária. “Eu nunca vi isso em um lugar que vai passar uma multidão. A estrutura não tem uma rigidez adequada para a quantidade de público, o que gera um desconforto. Se fosse uma passarela que passaria uma quantidade normal de pessoas, cerca de sete pessoas por vez, tudo bem, mas é uma multidão. Para o público, ela deveria estar dimensionada com uma carga de 500 quilogramas/força, o que corresponde a sete pessoas por metro quadrado”, afirmou Antônio Eulálio.

Rodoviária

Além de dormir nas areias das praias, alguns torcedores que estão no Rio para curtir os jogos da Copa do Mundo também resolveram passar a noite na Rodoviária Novo Rio, no Centro, na área que foi planejada para os turistas esperarem o horário de embarque. Por volta das 9h desta segunda-feira (16), a equipe do Jornal GloboNews flagrou os torcedores levantando e ajudando a organizar o local. Uma família, que preferiu não se identificar, contou que está usando a área para descansar, pois as hospedagens na cidade estão muito caras durante o Mundial. “Realmente isso nos pegou de surpresa, a questão do pernoite. A gente está acolhendo na medida do possível, mas sempre reforçando que a rodoviária não tem a função de hospedagem”, afirmou a assessora de imprensa da Rodoviária Novo Rio, Beatriz Lima.

Dormindo

Pelo segundo dia seguido, argentinos podiam ser vistos dormindo na Praia de Copacabana, na Zona Sul. Nesta segunda-feira, a maioria dos turistas estava perto da estrutura da Fifa Fan Fest e descansava enrolada em cobertores e sacos de dormir. Outros se acomodavam diretamente na areia. Felizes com a vitória de 2 a 1 da seleção de Lionel Messi sobre a Bósnia-Hezergovina, os “Hermanos” não se incomodaram em dormir ao relento. “Foi muito agradável dormir aqui. Acordar com essa vista está sendo incrível”, disse Ezequiel Castellano, de 27 anos, ainda sonolento. Ezequiel contou que chegou ao Rio no sábado (14), sem reserva em hotel e sem ingresso para a partida no Maracanã. “Daqui, vou a Belo Horizonte. Sei que lá não tem praia, mas será que tem algum lugar para dormir como aqui?”, perguntou. Questionado se o preço da hospedagem o obrigou a dormir na rua, o argentino justificou que gosta desse tipo de aventura.

Acidente

Um acidente envolvendo um comboio da Fifa deixou três feridos na manhã desta segunda-feira, no Rio de Janeiro. Um dos batedores que acompanhava o carro com árbitros da Copa do Mundo atropelou uma senhora e um menino na Av. Lúcio Costa, na Barra da Tijuca, por volta de 9h (de Brasília). Não identificado, o batedor perdeu o controle de sua moto, deslizou e atingiu Maria Martins, de 59 anos, e seu filho, de 11 anos. Os bombeiros foram chamados para atendimento e levaram as três pessoas para o hospital Lourenço Jorge, mas ainda não há informação sobre o estado de saúde dos três. De acordo com o Comitê Organizador Local (COL), o carro oficial da Fifa levava os árbitros do hotel em que estão hospedados na Barra ao clube CFZ, no Recreio, onde são realizados os treinamentos dos juízes. Por causa do acidente, o trânsito ficou parado cerca de 30 minutos.

Torcedora

A festa na Fonte Nova foi toda tricolor. Ou quase. Houve quem fosse ao estádio para torcer por Portugal e, mesmo com a tranquila goleada aplicada pela Alemanha, saísse com um sorriso no rosto. Sorriso que permaneceu ao longo dos 90 minutos, mesmo durante os gols de Hummels e Thomas Müller. Antes de a bola rolar, logo depois do aquecimento dos jogadores no gramado,Cristiano Ronaldo se dirigiu a um dos lados das arquibancadas e jogou a sua camisa, que caiu nas mãos da mexicana Lorena Varello, de 31 anos, foi acabou premiada. “Veio direto para mim. Foi mesmo muita sorte” disse a torcedora, para quem o resultado acabou não tendo a menor importância. “Sou a única pessoa com a camisa de Portugal a sair feliz do estádio. E é a minha segunda equipe, aliás. Em primeiro lugar vem o México, claro, mas depois Portugal. Mas a felicidade não foi apenas por isso. Lorena é torcedora do Pumas em seu país, mas é fã de Cristiano Ronaldo” praticamente, como qualquer mulher que gosta de futebol.

Departamento

O departamento médico da Itália começou a semana com bastante trabalho. Ausentes da estreia, o goleiro Buffon e o lateral De Sciglio continuam em tratamento e não devem enfrentar a Costa Rica, sexta-feira, às 13h (de Brasília), na Arena Pernambuco, em Recife. Eles ganharam a companhia do zagueiro Barzagli e do volante De Rossi. Ambos, porém, possivelmente jogarão.  Buffon torceu o tornozelo esquerdo no treino de reconhecimento do gramado da Arena Amazônia, na última sexta, e acabou dando lugar a Sirigu. Nesta segunda, o capitão da Azzurra sequer apareceu no campo, em Mangaratiba. Ele permaneceu em tratamento na concentração e tem chances remotas de ser aproveitado na segunda rodada do Grupo D da Copa do Mundo. Já De Sciglio, que lesionou a coxa esquerda na quinta anterior, realizou um treinamento específico com o corpo clínico. Apesar de a esperança em utilizá-lo não ser das maiores, o técnico Cesare Prandelli ainda quer aguardar os próximos dias para saber as condições do jogador. 

Parceiro

Principal jogador da seleção uruguaia, próxima adversária da Inglaterra na Copa do Mundo, Luis Suárez pouco interessa neste momento a Daniel Sturridge, seu parceiro de Liverpool. Na opinião do atacante inglês, a competição entre países exige afastamento na relação criada no clube, e eles não tem trocado mensagens desde que chegaram ao Brasil. Recém-recuperado de uma lesão no joelho, Suárez não atuou na derrota para a Costa Rica, tendo ficado o tempo todo no banco de reservas. Mas, melhor condicionamento fisicamente, ele é esperado para a segunda partida da fase de grupos, na quinta-feira, em São Paulo, quando encontrará não apenas Sturridge, mas também outros conhecidos. “Eu não tenho o que dizer a esse respeito, não sei qual é a condição do Luis. Assim como todo o pessoal do Liverpool, o Gerrard, ninguém vai ficar conversando com ele sobre isso, porque ninguém quer divulgar tantas informações. O Luis não vai ficar falando como ele está”, disse o camisa 9 da Inglaterra, nesta segunda-feira, ao ser questionado sobre. o uruguaio.

Schumacher

Michael Schumacher conseguiu mais uma importante vitória. Após quase seis meses internado devido às consequências do gravíssimo acidente de esqui no dia 29 de dezembro de 2013 na estação de Méribel, o heptacampeão mundial de Fórmula 1 saiu do coma e foi transferido do Hospital de Grenoble, na França, nesta segunda-feira. A informação é da assessora de imprensa do piloto alemão, Sabine Kehm. Ao fim do comunicado, a porta-voz avisou que não haverá nenhuma informação sobre quando e para qual instituição o ex-piloto foi transferido. E também disse que nenhuma nova informação sobre a esta nova etapa da recuperação será dada. Porém, o Centro Hospitalar Universitário de Vaudois, em Lausanne, na Suíça, confirmou que Schumi deu entrada no local nesta manhã. De acordo com a nota, a “longa fase de reabilitação acontecerá distante dos olhos do público”. Os familiares de Schumi fizeram questão de agradecer aos médicos e socorristas pelos cuidados com o alemão. Além disso, citaram também “todas as pessoas que enviaram pensamentos positivos” ao ex-piloto, que passou pelas escuderias Jordan, Benetton, Ferrari e Mercedes. 

(*) Wilson Barbosa é jornalista e cronista esportivo. Email: www.wilsonbarbosatreze@gmail.com

 

 

Deixe uma resposta