Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Colunistas | Wilson Barbosa | Coluna Panorama Esportivo 02.06.14 – Wilson Barbosa

Coluna Panorama Esportivo 02.06.14 – Wilson Barbosa

Liderança

Jogadores do Cruzeiro comemoram a vitória e liderança isolada da competição - Foto: Getty ImagesEm um primeiro tempo arrasador, o Cruzeiro não teve dificuldade em vencer por 3 a 0 o Flamengo, neste domingo, em Uberlândia. Com o resultado, os mineiros asseguraram a liderança do Campeonato Brasileiro na paralisação para a realização da Copa do Mundo, com 19 pontos. Já os rubro-negros continuam em crise, na zona de rebaixamento da competição. Os donos da casa foram melhores durante os 90 minutos e desperdiçaram várias oportunidades. Os cruzeirenses fizeram o primeiro com Ricardo Goulart, ao aproveitar bela troca de passes do ataque. Logo depois, foi a vez de Everton Ribeiro fazer o segundo em finalização cruzada. Antes do intervalo, foi a hora de Borges pegar rebote do goleiro Paulo Victor para fazer o terceiro e dar números finais ao confronto. Na volta do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro terá pela frente o Vitória, em casa. Já o Flamengo encara o Atlético-PR, também em seus domínios.

Tentativa

Houve até balões povoando o meio de campo durante boa parte do segundo tempo, mas o Corinthians não conseguiu fazer a festa pela primeira vez em Itaquera. Derrotado pelo Figueirense na estreia em sua nova casa, o time começou bem na segunda chance e esteve na frente do Botafogo até os 41 minutos, quando levou o gol que definiu o empate por 1 a 1. Jadson marcou o primeiro gol da equipe da zona leste na arena, aos 24 minutos do primeiro tempo, e foi formado o cenário buscado pelo técnico Mano Menezes. Os visitantes partiram ao ataque e ofereceram múltiplas oportunidades de contragolpe, todas desperdiçadas.

Finalzinho

O castigo chegou no finalzinho, quando Edilson invadiu a área pela direita e bateu cruzado. A bola não tinha a direção do gol, mas a tentativa de corte de Cleber acabou por fazê-la entrar exatamente onde havia entrado na derrota da estreia. O aperto nos minutos derradeiros não resolveu. Com o tropeço, seguido de vaias de boa parte do público e gritos de apoio de outra, o Corinthians vai para a parada no calendário do Campeonato Brasileiro com 16 pontos, três a menos do que o líder Cruzeiro. O Botafogo, com nove, ainda está perigosamente perto da zona de rebaixamento.

Empatando

Em uma partida de muita disputa, mas pouca qualidade técnica, Grêmio e Palmeiras empataram em 0 a 0 no Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul. A partida, válida pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro, foi marcada por diversos gols perdidos de lado a lado. O resultado foi pior para o time gaúcho, que deixou o campo vaiado por seus 17.034 torcedores presentes. O Grêmio exerceu uma pressão muito forte nos minutos iniciais, mas viu o Palmeiras crescer, equilibrar o jogo e quase ir para o intervalo em vantagem. Na etapa final, o Alviverde chegou a marcar um gol mal anulado pela arbitragem, teve outras chances, mas acabou pressionado no fim. No entanto, ninguém teve competência para sair do zero. O Tricolor Gaúcho chega à parada para a Copa do Mundo com 15 pontos, dois a mais que o Verdão. As duas equipes agora só voltam a jogar pelo Brasileirão após a Copa do Mundo, na segunda quinzena de julho.

Desfalques

O Santos tinha motivos para lamentar na noite deste domingo. A equipe entrou em campo contra o Criciúma com dez desfalques. Mas os substitutos foram bem e, sem sustos, garantiram o terceiro triunfo alvinegro na competição: 2 a 0. Logo nos primeiros minutos, o Santos tratou de definir os rumos da partida. Aos 10 minutos, Gabriel aproveitou lindo passe de Arouca e fez o primeiro. Sete minutos depois, Gabriel trabalhou de garçom e deixou Diego Cardoso na cara do gol para marcar o segundo. Com a vitória, o Santos foi a 14 pontos e assumiu a nona colocação, terminando a fase pré-Copa a apenas cinco pontos do líder. O Criciúma, por sua vez, com 11 pontos, é o 13º colocado. Na próxima rodada, depois da Copa, o Criciúma busca a reabilitação diante do Fluminense, no Estádio Heriberto Hulse. O Santos tem clássico contra o Palmeiras em local ainda não definido. O mando, no entanto, será dos santistas.

Resultado

Em um jogo dominado pelo Fluminense no primeiro tempo e pelo Internacional no segundo, o resultado acabou sendo mesmo o empate em 1 a 1, que representou bem a igualdade de forças entre cariocas e gaúchos. Jorge Henrique abriu o placar para o Colorado, mas Jean empatou para o Tricolor. O Fluminense teve muito mais volume de jogo no primeiro tempo, criou muitas chances, mas se deparou com um Internacional muito eficiente, que logo em sua primeira chegada abriu o placar. Jean empatou ainda na etapa inicial, que acabou equilibrada. Na segunda metade, os papéis se inverteram: o Colorado dominou a partida, perdeu chances claras de marcar e acabou lamentando o empate no final. O empate mantém o Fluminense na vice-liderança do Campeonato Brasileiro, com 16 pontos, três atrás do líder Cruzeiro. O Inter tem a mesma pontuação, mas é o 5º colocado.

Rebaixamento

A Chapecoense alcançou a segunda vitória no Campeonato Brasileiro neste domingo, jogando em casa, na Arena Condá. Os catarinenses derrotaram o Bahia por 2 a 1, com gols de Abuda e Alemão, enquanto que Demerson diminuiu para o time do Nordeste. O resultado deixou a equipe de Chapecó fora da zona de rebaixamento durante a pausa para a Copa do Mundo. A Chapecoense alcançou os oito pontos e ocupa a 16ª posição. O Bahia tem a mesma pontuação, com um jogo a menos disputado, e está na 15ª colocação. Na próxima rodada do Brasileirão, só depois da Copa do Mundo, a Chapecoense enfrenta o Atlético-MG, no dia 16 de julho, na Arena Condá. O Bahia vai até a Ilha do Retiro enfrentar o Sport na quarta-feira, em jogo adiado da 5ª rodada da competição.

Furacão

O Atlético Paranaense fechou a primeira perna do Campeonato Brasileiro 2014 com moral ao bater o Figueirense por 3 a 1, em pleno Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, mostrando mais uma vez força sob comando do interino Leandro Ávila. Com 13 pontos ganhos, o Rubro-Negro chegou à 11ª colocação, três pontos atrás do G-4. O Figueira amarga a lanterna. O Furacão abriu o placar já nos acréscimos da primeira etapa, com Douglas Coutinho, que aproveitou cruzamento de Sueliton para desviar e balançar as redes. Depois do intervalo, aos sete minutos, Douglas Coutinho aproveitou passe açucarado de Nathan e marcou o segundo. Aos 28 minutos, Everaldo descontou. Grande nome da noite, Douglas Coutinho, aos 47 minutos, fechou a contagem. Na próxima rodada, depois da Copa, o Figueirense encara o Coritiba, no dia 16 de julho, no Estádio Couto Periara em Curitiba. Já o Atlético Paranaense terá pela frente o Flamengo, no mesmo dia, no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

Degola

Em um jogo com o gramado como grande vilão, o herói foi um jogador comum aos dois clubes. No embate entre rubro-negros nordestinos, o Sport levou a melhor diante do Vitória, neste sábado, em Feira de Santana, no interior da Bahia, com um gol de Neto Baiano. Com passagens marcantes pelo Vitória, o atacante falastrão avisou antes do jogo que, em caso de gol contra o ex-clube, não comemoraria. E assim foi. Neto Baiano  fez de falta, no começo do segundo tempo, e não festejou. O triunfo leva o Sport provisoriamente até a primeira parte da tabela, enquanto expõe ainda mais o péssimo momento vivido pelo Vitória, que depois da quarta derrota no campeonato, agora integra a zona de rebaixamento. Com o resultado, o Rubro-Negro baiano é o 17º colocado, com sete pontos em nove rodadas, abrindo a zona da degola. Já a equipe pernambucana chegou aos 11 pontos conquistados e ocupa a 10ª posição. Com a parada do Campeonato Brasileiro, o Vitória só volta a jogar no dia 16 de julho, contra o Cruzeiro, no Mineirão, pela 10ª rodada. Já o Sport ainda entra em campo antes da parada para a Copa em jogo isolado contra o Bahia, na próxima quarta-feira, na Ilha do Retiro. A partida é válida pela 5ª rodada e foi adiada devido à greve da Polícia Militar.

Aproveitamento

Na tarde deste domingo, às 13h30 (de Brasília), o Brasil se sagrou campeão do torneio sub-21 de Toulon, na França, após vencer os donos da casa pelo sonoro placar de 5 a 2. Em partida disputada no Estádio Parc des Sports, em Avignon,os meninos da Seleção Brasileira demonstraram segurança e calma para construir o resultado, mesmo estando atrás do placar por duas vezes. Essa é a oitava conquista do Brasil em Toulon, a segunda consecutiva. Ano passado, o Brasil também foi campeão do torneio vencendo a Colômbia na final. Com cinco vitórias em cinco jogos, o Brasil coroa uma grande campanha com o título em cima da maior campeã do torneio, que ainda é a seleção da França, com 11 títulos conquistados

Marcação

Com 16 gols marcados nestas nove rodadas iniciais, o São Paulo tem o segundo melhor ataque do Campeonato Brasileiro, atrás apenas do líder Cruzeiro. Muricy Ramalho vem montando um time mais aberto, com três atacantes, mas não esconde a sua preocupação com as falhas na marcação. Na visão do treinador, no entanto, este é um problema que precisa ser resolvido em todos os setores, já que não é responsabilidade exclusiva da defesa. “É um time que erra muito (na marcação) porque os laterais vão embora, os volantes ficam adiantados, então fica desprotegido. Mas nós jogamos aberto, optamos por fazer gols. Com certeza temos que melhorar, isso não é culpa da zaga, é do time”, analisou o treinador do São Paulo. Entre os jogadores da linha ofensiva, Osvaldo foi bastante elogiado neste sábado, quando teve boa presença no ataque e não deixou de ajudar na marcação. O desempenho do atacante, porém, não ilude Muricy Ramalho, que exige maios regularidade de seu jogador.

Goleado

Mesmo atuando em casa, o Botafogo-PB teve uma atuação péssima e decepcionou seu torcedor. O alvinegro foi derrotado pelo Cuiabá por 4 a 1. Com o triunfo, os mato-grossenses subiram três posições na tabela e assumiram a terceira colocação do Grupo A da competição, com oito pontos. Os botafoguenses continuam na vice-liderança da chave, com nove pontos, cinco a menos que o Fortaleza, líder do grupo. Éder Sciola foi o grande nome da partida. Ele marcou os três primeiros gols do Cuiabá, aos 19 e 27 minutos do primeiro tempo, e aos 2 minutos da etapa complementar. Aos 8 minutos do segundo tempo, Izaías diminuiu para os paraibanos, mas Gilsinho, aos 15, deu o golpe de misericórdia dos mato-grossenses.

Escoltada

Seis dias depois de ter se apresentado em Teresópolis, a  Seleção Brasileira deixou a Granja Comary, sob forte escolta, no início da noite deste domingo, rumo a Goiânia. Lá, enfrentará o Panamá, na terça-feira. Com apoio de batedores, viaturas da Polícia Militar e até caminhões do Exército, a delegação passou às 19h11 (de Brasília) pelo portão de saída do local em que treinou durante toda a semana. Além das forças de segurança, um ônibus reserva seguirá o trajeto até o Rio de Janeiro, onde os 20 jogadores – Paulinho, Thiago Silva e Fernandinho não viajam – e os membros da comissão técnica tomarão voo fretado com destino a Goiás. No comboio, que terá caminho livre na descida da Serra, também há uma ambulância para eventual emergência.

Ensaiado

No treino da manhã deste domingo, o técnico Luiz Felipe Scolari pretendia repetir o time que havia ensaiado na manhã anterior, mas não foi possível, porque o volante Paulinho acusou dores no tornozelo esquerdo, no qual sofreu entorse em dividida com o atacante Bernard, e foi poupado não somente da atividade, mas também do amistoso de terça-feira. A escalação que trabalhou neste domingo – e que ainda pode sofrer alteração – foi Júlio César; Daniel Alves, Dante, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Hernanes e Oscar; Hulk, Neymar e Fred. Na segunda-feira à tarde, o elenco ainda fará treino no Serra Dourada, onde a comissão técnica optou por cumprir a exigência de um trabalho aberto à torcida.

Cobertura

A Seleção Brasileira ensaiou pela última vez em Teresópolis antes de viajar a Goiânia, palco da partida de terça-feira, contra o Panamá, e não agradou a Luiz Felipe Scolari. Apesar de o lateral esquerdo Marcelo ter balançado a rede duas vezes e o atacante Hulk ter anotado um belo gol de cobertura, a atividade ficou marcada mais por broncas distribuídas pelo treinador. “Não gostei nada do treinamento. Estava tudo errado. Muita liberdade, muita condição de contra-ataque, uma série de detalhes que não são o normal de nossa Seleção. Ontem ainda foi passado um vídeo sobre como devemos nos comportar. Naturalmente, eu entendo que ainda não é o momento da cobrança total sobre os jogadores porque estão muito dirigidos na parte física, mas o posicionamento tem que ser correto sempre, independente de quem jogar”, disse Felipão, em entrevista à TV Globo, logo depois do treino.

Comissão

A comissão técnica da Seleção Brasileira confirmou, ao final do treino deste domingo, que três jogadores  não viajarão para a Goiânia, palco do jogo de terça-feira, contra o Panamá. São eles Thiago Silva, Paulinho e Fernandinho. O zagueiro já era uma baixa esperada no amistoso, tendo em conta que vinha sendo poupado de alguns trabalhos – para fazer fortalecimento muscular – e treinou na reserva tanto no sábado quanto nesta manhã. Seu substituto ao lado de David Luiz será Dante. Não estava nos planos, porém, ficar sem Paulinho no amistoso. Ocorre que o volante sofreu entorse no tornozelo esquerdo, em dividida com Bernard, no sábado, e não conseguiu treinar com bola. O atacante, ao contrário, participou normalmente do coletivo, um dia depois de ter abandonado o campo com dores no pé direito.

Ingressos

A edição desta segunda-feira, 2, do Diário Oficial da União traz orientação normativa editada pela Controladoria-Geral da União (CGU) que proíbe servidores federais de aceitar convite, ingresso, transporte ou hospedagem para assistir ou participar de eventos da Copa do Mundo neste ano. São considerados agentes públicos federais, segundo a regra, os servidores e empregados públicos sujeitos à competência da CGU. Caso o servidor receba de brinde esses benefícios, poderá responder a processo administrativo disciplinar, quando houver “indícios de violação das normas”. A orientação da CGU não prevê quais são as punições que poderão vir a ser aplicadas aos funcionários que descumprirem a determinação do órgão de controle.

Interesses

A regra, no entanto, prevê uma série de exceções. Ingressos recebidos de presente por parte de amigos ou parentes que pagaram por ele poderão ser usados normalmente. Também estão liberados servidores que ganharam os ingressos em promoções, sorteios e em razão de consumo próprio de produtos e serviços particulares. Outra exceção se dá para servidores que receberem ingressos do próprio governo a convite dos organizadores oficiais, como Fifa e CBF. Também poderá usar o ingresso o servidor que for ao jogo como representante institucional do órgão ou que receber de empresa estatal, dentro de sua “atuação institucional”, e desde que não caracterize conflito de interesses.

Estádio

O Comitê Organizador Local afirmou que o teste feito na Arena Corinthians, na partida entre Corinthians e Botafogo, neste domingo, pelo Brasileirão, foi um sucesso. Porém, foram detectados problemas nas saídas das estações do metrô e dificuldades no acesso ao estádio. Tiago Paes, gerente geral de integração operacional do COL, disse que o saldo foi positivo. Ele, porém, se mostrou surpreso ao ser informado das falhas na chegada dos torcedores. Um leitor de ingressos colocado em um dos pontos de bloqueio na saída do metrô não funcionou. Depois, os detectores de metal também falharam. Houve confusão, controlada com alguma dificuldade pela Polícia Militar. “Fiquei do lado leste até o início da partida e tudo funcionou bem. Para mim, essa informação é nova” disse Tiago Paes.

Responsabilidade

Depois, Paes lembrou que as catracas e o fluxo de saída organizado no metrô foram de responsabilidade do Corinthians, mandante da partida. Ele garantiu que a operação durante o Mundial será diferente. “Na Copa, usaremos outra catraca e elas serão posicionadas em outro lugar. No metrô, aumentaremos o número dos funcionários e o fluxo de torcedores será maior. Hoje, era um jogo do Campeonato Brasileiro, organizado pelo mandante, e aproveitamos para fazer um novo evento-teste. A organização para um jogo de Brasileiro é uma, para a Copa é outra maior” explicou.  Ele garantiu que tudo funcionará já no jogo inaugural entre Brasil x Croácia, no próximo dia 12 de junho, uma quinta-feira. “Pelo lado da operação do COL, a avaliação é extremamente positiva. Pudemos incrementar algumas ações, como o número de voluntários, a zona mista e a região da imprensa. Tudo vai funcionar no dia 12” disse o dirigente.

Oportunidade

Depois de 64 anos, a Copa do Mundo de futebol retorna ao Brasil e tende a aumentar os gastos dos brasileiros. Apesar da oportunidade de ver de perto a seleção brasileira, especialistas recomendam cautela com as despesas para evitar desequilíbrio no orçamento familiar. Aproveitar bem o megaevento, que começa em menos de 15 dias, exige planejamento. “Nesse período, a população estará focada nos jogos, em ritmo de comemoração, o que significa aumento de gastos, desde compra de eletrônicos, como uma TV nova, por exemplo, até alimentação. É preciso ficar atento para que um único período não desequilibre toda uma vida financeira”, avalia Reinaldo Domingos, educador financeiro e presidente da DSOP Educação Financeira. De acordo com ele, grande parte da população não é educada financeiramente e, por esse motivo, tem dificuldades para organizar as contas. “É preciso ponderar, pois, caso contrário, se for tomado pela animação do momento, acabará comprando mais do que pode e precisa. Copa é momento de alegria e festa, mas não pode ser sinônimo de endividamento”.

Negociação

O Barcelona precisa de reforços para a zaga, mas não o fará a qualquer custo. Há semanas o clube negocia com o PSG a compra do brasileiro Marquinhos. O clube francês pedia que Dani Alves fosse incluído na negociação, pois a contratação do jogador foi solicitada pelo técnico Blanc, mas o clube catalão decidiu que não envolverá o lateral-direito na transferência, e tenta incluir outros atletas na troca. Até então, a última contra oferta do PSG era de € 30 milhões mais o passe de Dani Alves. Assustado com a pedida, o Barcelona quer diminuir o valor em dinheiro. Em reformulação, e com uma grande lista de jogadores negociáveis em mãos, o presidente do Barça, Josep Maria Bartomeu, fez uma nova proposta, oferecendo aos franceses outros nomes.

Pessimismo

Alguns jogadores dos blaugrana estão no mercado e podem fazer parte desta lista são Fàbregas, Pedro e Sanchéz. A mudança do Barcelona, no entanto, não é vista com pessimismo pelo clube ou por Marquinhos. Após ser campeão do torneio de Toulon com a seleção brasileira, o jogador conversou com dirigentes do PSG, recebeu os parabéns pelo título e manifestou seu desejo de sair do clube. Depois da contratação de David Luiz, o elenco do PSG está cheio de zagueiros. Os brasileiros Thiago Silva e Alex fazem parte deste grupo também, o que deixaria Marquinhos com pouco espaço para desenvolver seu futebol na próxima temporada.

Manipulação

Dois pênaltis com bola na mão, sendo que, nos dois casos, a bola não passou nem perto da mão. Foi assim, com marcações controversas, que a África do Sul, então treinada por Carlos Alberto Parreira, venceu a Guatemala por 5 a 0 em um amistoso antes da Copa do Mundo de 2010 (veja aqui os lances). O árbitro Ibrahim Chaibou, do Níger, não pensou duas vezes antes de apontar a marca fatal, mas o tempo mostrou que a atitude dele naquela noite ia muito além das questões técnicas. Uma investigação da Fifa, revelada em reportagem do jornal americano The New York Times, detalha um esquema de manipulação de resultados em amistosos pré-Copa em 2010 para beneficiar apostadores. Segundo a apuração da Fifa, Chaibou teria recebido 100 mil dólares naquela partida. Oficialmente, ele nega todas as acusações. A reportagem publicada neste fim de semana pelo NYT começa com a descrição do momento que o árbitro chega ao banco para depositar o dinheiro, levado em uma sacola em notas de US$ 100, poucas horas antes do jogo. O montante era tão incomum para o banco que o juiz ganhou de presente moedas comemorativas com a imagem de Nelson Mandela.

Confidencial

O documento confidencial da Fifa, ao qual o jornal americano teve acesso, afirma que Chaibou foi escolhido para aquele amistoso pela empresa Football 4U, sediada em Cingapura e ligada a uma quadrilha de manipulação de resultados no futebol. O árbitro também foi investigado um ano depois daquela partida, quando marcou um pênalti suspeito no amistoso entre Argentina e Nigéria no dia 1º de junho de 2011. Apesar de se tratar de amistosos, a reportagem parte da investigação para levantar questões sobre a vulnerabilidade da Copa no Brasil, que começa no dia 12 deste mês. Cita, inclusive, uma declaração de Ralf Mutschke, chefe de segurança da Fifa, ao site da entidade no dia 12 de maio deste ano. “Os manipuladores estão procurando jogos que geram um volume muito grande de apostas, e obviamente os torneios internacionais de futebol como a Copa do Mundo geram esse volume. Então a Copa, no geral, tem um certo risco” afirmou Mutschke.

Classificação da Série A do Brasileirão

(*) Wilson Barbosa é jornalista e cronista esportivo. Email: www.wilsonbarbosatreze@gmail.com

Deixe uma resposta