Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Geral | CDI realiza último mutirão de cateterismo do ano para 40 pacientes

CDI realiza último mutirão de cateterismo do ano para 40 pacientes

Nesta edição, serão atendidos cerca de 40 pacientes para o exame de cateterismo - Foto: Ronildo MeloEnquanto a maioria das pessoas estará de folga no próximo feriado prolongado, a equipe do Centro Diagnóstico por Imagem (CDI) estará na ativa para promover o último mutirão de cateterismo do ano. A partir deste sábado, até a próxima terça-feira, 9, a equipe irá a atender a 40 pacientes para a realização do procedimento de hemodinâmica.

Os procedimentos são realizados a partir das 7h30, na sala de Hemodinâmica da unidade. Os pacientes agendados já foram devidamente avisados e estão recebendo todas as informações necessárias sobre os exames e outras recomendações para que o exame possa ser feito sem complicações.

A diretora-geral do CDI, Fátima de Jesus, explicou que a unidade fecha o ano com 11 mutirões realizados, mas pontuou que é praticamente impossível zerar a fila de espera para o exame, pois a unidade é a única para atender a todo o Estado e pacientes dos países vizinhos. “Com o mutirão, estaremos atendendo grande parte da demanda reprimida, no entanto, novos pacientes não param de chegar”, explicou Fátima, ao justificar a necessidade de mutirões constantes.

A diretora lembrou que a previsão é que 40 pacientes sejam atendidos, mas este número pode mudar, pois a unidade também atende à demanda espontânea vinda do Hospital Geral de Roraima (HGR). “Fazemos uma previsão, mas isso pode mudar, pois os casos urgentes são priorizados”, disse.

Para a realização do procedimento, é necessária a participação de dois cardiologistas hemodinamicistas. Como em Roraima, somente o médico Marcelo Nakashima atua nesta especialidade, o setor conta com apoio do cardiologista Luis Carlos Vieira Matos, que vem mensalmente ao Estado para atuar no mutirão. Além deles, o anestesista Luis Roberto Rocha também participa do procedimento.

O cateterismo cardíaco é um procedimento em que é colocado um cateter (tubo fino, comprido e mole) em uma veia ou artéria, vasos sanguíneos que chegam até o coração, para estudos. O cateterismo leva em média, de 20 a 30 minutos, porém a pessoa permanece no mínimo quatro horas em observação e depois é liberada para casa. No caso de pacientes da unidade coronária do HGR, eles retornam à unidade hospitalar.

Desde o último sábado, 29, o equipamento de Hemodinâmica da unidade voltou a funcionar depois de passar por uma manutenção. Desde então, foram realizadas três arteriografias e a implantação de quatro marca-passos. Durante o mutirão de cateterismo, a unidade realiza os outros procedimentos normalmente nos dias de funcionamento regular da unidade.

 

 

 

Deixe uma resposta