Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Geral | Cartão do SUS: usuários precisam atualizar dados para exames e consultas

Cartão do SUS: usuários precisam atualizar dados para exames e consultas

Com a atualização do Cartão SUS, o usuário terá o cadastro mais completo, agilizando o processo de atendimento na rede pública - Foto: Ascom/SesauUsuários do Sistema Único de Saúde (SUS) terão de atualizar os dados cadastrais do Cartão SUS. A medida adotada é uma orientação do Ministério da Saúde (MS), que pretende manter o banco de dados dos usuários mais completo para facilitar o acesso às informações dos pacientes.

A orientação é que a população procure os postos de saúde que tenham o sistema CadSUS Web e a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) para renovar os dados e receber o cartão atualizado. O gerente estadual do núcleo do CadSUS, da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), Paulo Paz, explica que todos os procedimentos realizados na rede pública de saúde, como consultas, exames e cirurgias, demandam a apresentação do Cartão SUS para que sejam autorizados.

No Complexo Regulador da Sesau, os atendentes orientam os usuários que apresentam o Cartão SUS ultrapassado a realizarem a devida atualização. Paz explica que a medida se faz necessária porque no início da implantação do cartão, em 2001, eles eram realizados de forma manual, ou seja, o MS disponibilizava um cartão impresso em impressora comum, já com um número e um formulário a ser preenchido a mão com os dados do usuário. Em seguida o cartão era completado com as informações do paciente e entregue a ele. Já os formulários também eram acrescidos de dados sobre o usuário para que posteriormente fossem lançados no sistema.

De acordo com Paz, o que acontece é que muitos destes formulários não foram devidamente lançados no sistema. Erros de digitação, falta de algumas informações como CPF, CEP, telefone, entre outros, são alguns dos problemas ocorridos durante a implantação do cartão. Além disto, muitos formulários deixaram de ser lançados e consequentemente o usuário tem o cartão em mãos, porém não está válido de fato por não estar no banco de dados do Ministério da Saúde.

Quem precisa autorizar consultas, exames e cirurgias na rede pública, precisa ter o cartão SUS atualizado, ou seja, é necessário que os dados estejam cadastrados no banco de dados do Ministério. A gerente do Núcleo de Administração do Complexo Regulador, Edineide França, ressalta que o sistema de autorização dos procedimentos exige a digitação do número do cartão. Se o número digitado não estiver cadastrado, o sistema não autoriza o procedimento. “E é para evitar esse tipo de transtorno é que a Sesau alerta para que o usuário da rede pública de saúde faça esta atualização”, lembra Edineide, enfatizando que apenas aqueles que têm o cartão escrito manualmente não estão no banco de dados do MS e necessitam ser atualizados.

Com o cartão atualizado, os usuários que procuram o Complexo Regulador da Sesau para autorizar procedimentos terão mais agilidade no atendimento, pois quando o número do Cartão SUS for digitado no sistema, logo será encontrado e consequentemente autorizado de imediato. Já quando o cadastro não é encontrado, o usuário terá de se dirigir a uma unidade básica de saúde ou à Semsa para realizar a atualização e só então poderá retornar ao Complexo Regulador para dar continuidade a autorização do procedimento.

Paz explica que outro motivo para a atualização é que desde 2011 alguns dados passaram a ser obrigatórios. O número de telefone e o CEP da rua são alguns deles. O técnico recomenda que as pessoas que fizeram o Cartão antes deste período, também faça a atualização para evitar transtornos quando necessitarem de algum serviço de saúde.

 

 

 

Deixe uma resposta