Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Geral | Câncer: Unacon bate recorde com mais de 21,8 mil atendimentos

Câncer: Unacon bate recorde com mais de 21,8 mil atendimentos

Unidade funciona há dez anos como único centro credenciado pelo Ministério da Saúde para o tratamento de pessoas com câncer em Roraima – Foto: Ascom Sesau

O tratamento contra o câncer realizado pela Unacon (Unidade de Alta Complexidade em Oncologia de Roraima) fechou 2016 com novo recorde: 21,8 mil atendimentos ambulatoriais. A meta é dobrar o número de atendimentos na unidade neste ano, quando passará a ocupar um bloco inteiro do HGR (Hospital Geral de Roraima).

A partir de uma emenda parlamentar do deputado federal Jhonatan de Jesus, o bloco A do HGR será reformado para receber a Unacon ainda neste ano. Já os equipamentos serão adquiridos por meio de emenda parlamentar do deputado federal Hiran Gonçalves, que destinou R$ 1 milhão para a compra dos aparelhos.

A unidade tem realizado cada vez mais atendimentos, se consolidando como referência de tratamento do câncer no Estado. Para incrementar mais a conquista, houve recorde na realização de cirurgias. Foram 335 procedimentos cirúrgicos no ano passado frente a 308 em 2015, totalizando 3.365 cirurgias em dez anos.

Para o coordenador da Unacon, Anderson Benetta, estes números são reflexo de um trabalho sério, desenvolvido por pessoas comprometidas com a saúde e bem-estar do paciente. “Estamos ansiosos para a ampliação da Unacon. Com a reforma, vamos dobrar os atendimentos”, destacou.

Com a ampliação da unidade, a quantidade de leitos vai crescer de 17 para 38, distribuídos em quinze enfermarias com capacidade para 2 e 3 lugares. “Os usuários terão um espaço mais confortável e com melhores condições para serem tratados”, disse Benetta.

Unacon

A unidade funciona desde 2006 e é o único centro credenciado pelo Ministério da Saúde para o tratamento de pessoas com câncer em Roraima. É uma unidade de referência que oferece os protocolos de tratamento mais modernos e atualizados do país, com um corpo clínico formado por nutricionistas, psicólogos, assistentes sociais, fisioterapeutas, médicos, odontólogos e enfermeiros, que trabalham em prol de um atendimento completo para os pacientes. A unidade também realiza pesquisas na área de oncologia, o que contribui para o desenvolvimento de novas tecnologias em benefício dos pacientes com câncer.

Grupos de apoio

O trabalho na Unidade conta com a ajuda de um grupo de apoio que ajuda as mulheres que têm câncer à passar pelo tratamento. Elas desenvolvem atividades artísticas e culturais, com intuito de favorecer a autoestima das pacientes. “Também temos um Grupo de Apoio Psicossocial para familiares de pacientes com câncer. Quando uma pessoa tem essa doença, toda família está envolvida e precisamos acompanhá-los nessa difícil jornada”, disse o coordenador.

A unidade tem tentado, reiteradas vezes, implantar um grupo de apoio destinado aos homens, no entanto, o público masculino apresenta muita resistência à ideia. Benetta lembra que durante dez anos de serviço à população, a Unacon, a população masculina foi mínima. “A mulher sempre está mais atenta à saúde”, disse.

Ele faz um alerta para que os homens consultem mais o médico. “O homem deixa para ir [ao médico] quando a situação está grave. Mas, às vezes, já não podemos ajudá-lo com o tratamento oferecido na Unidade. Por isso a importância de eles procurarem com antecedência”, enfatizou.

 

Deixe uma resposta