Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Política | Bovinocultura Indígena de Roraima ganha investimentos de R$ 10 milhões

Bovinocultura Indígena de Roraima ganha investimentos de R$ 10 milhões

Jucá e o deputado federal Edio Lopes, garantiram a destinação de R$ 10 milhões para o fortalecimento do projeto de Bovinocultura Indígena em Roraima – Fotos: Ascom

O senador Romero Jucá (PMDB) participou nesta sexta-feira, 15, da solenidade de assinatura de 10 convênios com a Sudam (Superintendência de Desenvolvento da Amazônia), que totalizam mais R$ 12,5 milhões de investimentos em todos o Estado.

Por meio de empenho, o senador em parceira com o deputado federal Edio Lopes garantiram a destinação de R$ 10 milhões para o fortalecimento do projeto de Bovinocultura Indígena em Roraima.

Serão atendidas todas as comunidades dos municípios de Amajari, Pacaraima, Uiramutã, Boa Vista e Normandia que foi o primeiro a formalizar o contrato por já atender todos os requisitos legais ao desenvolvimento do projeto.

“Esse trabalho vem contribuir com o desenvolvimento dos povos indígenas, melhorando sua alimentação e renda. Além do gado, as comunidades receberão insumos como vacinas, rolos de cerca e vermífugos para garantir a saúde do rebanho. Vamos continuar trabalhando para atender todas as comunidades indígenas do nosso Estado”.

Para o deputado federal Edio Lopes, outra vantagem do projeto é o melhoramento genético do rebanho. “Serão adquiridas matizes geneticamente melhoradas que trarão mais qualidade ao rebanho bovino dessas comunidades, aumentando sua produtividade”.

O tuxaua da comunidade de Patativa, do município de Normandia, Abedenego Araújo, explicou como o gado serve às comunidades. “A gente usa o esterco para melhorar a nossa roça. Também vendemos leite, abastecendo o município e tiramos nossa renda. Por isso, é muito importante receber esse gado”.

Novos projetos 

Jucá falou também sobre novos projetos que irão melhorar a infraestrutura nas comunidades indígenas de Roraima. As ações contemplam quatro eixos prioritários: saúde, energia, estradas e geração de renda.

“Essa semana, assinamos o contrato de locação da Casai do DSEI-Leste que vai funcionar na antiga Casa de Cura, atendendo essa antiga reivindicação das própria lideranças indígenas. Também estamos trabalhando na busca de recursos para o projeto de eletrificação, que atenderá as comunidades com energia 24 horas, a melhoria das estradas e para ampliar o projeto de piscicultura que já tem bons resultados”.

Recursos para Bovinocultura Indígena

Amajari – R$ 1,5 milhão

Boa Vista – R$ 1,5 milhão

Normandia – R$ 1,5 milhão

Pacaraima – R$ 2,6 milhão

Uiramutã – R$ 5 milhões

 

Deixe uma resposta