Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Interior | Bonfim: Operação Tolerância apreende 300 quilos de alumínio e 50 caixas de produtos contrabandeados

Bonfim: Operação Tolerância apreende 300 quilos de alumínio e 50 caixas de produtos contrabandeados

Três ações distintas da equipe que compõe a operação “Tolerância Zero nas Fronteiras”, realizada pelo Pelotão de Fronteira da Policia Militar no município de Bonfim, resultaram na apreensão de 300 quilos de fios de alumínio, com a prisão de duas pessoas e apreensão de um adolescente, a recaptura de um foragido da Justiça e apreensão de 50 caixas de produtos como carregadores e baterias de telefones celular, relógios e óculos.

De acordo com informações prestadas pelo comandante  do Pelotão de Fronteira da Polícia Militar, tenente Bruno Almeida, na tarde de domingo, 27, após mapeamento e catalogação e cruzamento de informações, a equipe policial conseguiu chegar ao esconderijo  do foragido do Sistema Prisional de Roraima, desde o dia 06 de setembro de 2013,  Edmar de Lima Batista, apelidado de “Betina”.

O foragido, segundo o tenente Bruno, é acusado de diversos furtos e roubos na região do Bonfim, o que vinha causando medo aos moradores da região. Várias diligências já tinham sido efetuadas para prendê-lo na região.

Os policiais fecharam o cerco e o prenderam numa mata, nas imediações da margem do Rio Tacutu. O fugitivo reagiu à prisão e investiu contra os policiais com uma faca e foi baleado na perna.

“Ele desobedeceu a ordem policial, tentou matar um de novos policiais e foi atingido com um tiro. Prestamos socorro a ele, levando-o ao hospital de Bonfim e o ferimento não foi grave e não teve risco de morte”, informa.

Betina responde ao crime de tráfico de drogas. Ele foi transferido para atendimento médico em Boa Vista e uma equipe da Divisão de Inteligência e Captura (Dicap) foi comunicada e deverá ser apresentá-lo na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo.

Furto de alumínio

Por volta das 4 horas da madrugada desta segunda-feira, 28, a equipe do Pelotão de Fronteira da Policia Militar prendeu dois homens em flagrante e apreendeu um adolescente após terem furtado 300 quilos de alumínio da Rede de Alta Tensão da região de Normandia.

Foram presos os autônomos André Luiz Furtado, 28 e Gustavo Aparecido Estevão, 26 e apreendido um adolescente de 17 anos.

De acordo com informações prestadas pelo comandante  do Pelotão de Fronteira da Policia Militar, tenente Bruno Almeida, a equipe estava patrulhando durante a madrugada quando um veículo Fiorino, de cor branca, de placa JWQ-8738, passou na BR-401, com destino a Boa Vista, próximo ao quilômetro 100. Foi feito um acompanhamento tático e o veículo foi abordado e revistado. Durantes as buscas no veículos foi encontrado o produto.

Os três homens foram conduzidos à Delegacia de Bonfim, onde confessaram que o alumínio foi furtado da linha de alta tensão localizado na BR-401, com destino a Normandia e que seria levado para a venda em Boa Vista.

Descaminho

Em continuidade às ações de fiscalizações na fronteira, o tenente Bruno Almeida informou  ainda que o cruzamento de informações de inteligência apontavam que havia uma grande quantidade de produtos de descaminho escondidos em uma casa nas proximidades do balneário “Lago do Bicho”, no município de Bonfim.

Por volta das 6 horas a equipe chegou ao local e apreendeu 50 caixas contendo carregadores e baterias de telefones celular, relógios e óculos. Os produtos estavam escondidos dentro de uma casa de madeira e não havia ninguém no local. O tenente destaca que o material estava guardado para ser posteriormente transportado pelos “carros mulas” até Boa Vista e posteriormente para Manaus, onde seriam comercializados.

Nova política

O tenente Bruno destacou que as prisões e apreensões são resultados  da nova política de fronteira denominada de “Operação Tolerância Zero” e, também,  a criação da Unidade Especial de Fronteira, uma equipe especializada no combate aos crimes transfronteiriço.

“Há uma nova visão em relação a proteção das fronteiras pelo Governo do Estado, pela Secretaria de Segurança Pública e pelo Governo Federal, o que concentra esforços para um combate mais qualificado da criminalidade na região de Bonfim, que é uma área de fronteira. Estamos fazendo um trabalho de inteligência policial, com levantamento de dados na região e desencadeando as ações que consideramos positivas “, disse.

 

 

Deixe uma resposta