Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Variedades | Boa Vista Junina: Centro de Memórias mantém viva a tradição do arraial

Boa Vista Junina: Centro de Memórias mantém viva a tradição do arraial

Museu Temporário – Fotos: Diego Dantas

O público do Boa Vista Junina 2017 está tendo a oportunidade de relembrar as tradições dos arraiais no Museu Temporário, montado na Praça Fábio Marques Paracat. Estão expostas fotografias, roupas antigas, vestidos, sapatos, chapéus entre outros artigos que fizeram sucesso em anos anteriores do Maior Arraial da Amazônia.

Além disso, os visitantes podem ver registros históricos de casais que aproveitaram a festa junina em Boa Vista para dizer sim ao matrimônio. Tudo em pleno arraial. E de verdade! As lembranças estão registradas em fotografias.

“Diferente do tradicional casamento caipira, aquele de mentira, onde o pai da moça obriga o ‘mal feitor’ casar com sua filha, o acervo de imagens registra os verdadeiros casamentos que deram origem a muitas famílias boavistenses. Além das fotos, colocamos à disposição do público vários objetos e roupas que compõem o figurino e as características das festas juninas”, explicou o coordenador do Museu Temporário, Carlos Alberto Pavelegini.

A Fundação de Educação, Turismo, Esporte e Cultura (Fetec) também trouxe para este ano a sala de exibição de vídeos que conta um pouco da história Boa Vista Junina. Estão sendo exibidos vídeos dos antigos arraiais.

O senhor Charles Santos visitou os acervos e gostou do que viu. “Muito bacana, bem feito, bonito e resgata a história das antigas festas”, observou. A exposição, que pela quarta vez faz parte do Boa Vista Junina, vai estar à disposição dos visitantes até o último dia do Maior Arraial da Amazônia, na Praça Fábio Marques Paracat.

 

 

Deixe uma resposta