Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Geral | Black Friday: cinco dicas do Procon Boa Vista para o consumidor evitar aborrecimentos

Black Friday: cinco dicas do Procon Boa Vista para o consumidor evitar aborrecimentos

procon3Está confirmada para o próximo dia 27 de novembro a Black Friday, uma intensa campanha de vendas a nível mundial que traz descontos de até 80% em produtos de todas as categorias, como smartphones, notebooks, entre outros. Mas para isso, é preciso que o consumidor esteja atento aos detalhes. Sendo assim, o Procon Boa Vista dá cinco importantes dicas, principalmente no que se trata de compras pela internet, para que você não seja lesado e caia em uma “Black Fraude”.

1. Priorize sites confiáveis – A internet está repleta de sites de compras, com os mais tentadores anúncios e promoções. Cuidado! A grande maioria prepara armadilhas ao consumidor. “Muitas vezes os produtos demoram a ser entregues no tempo estimado ou nem mesmo chegam ao comprador”, alerta Edilene Costa, superintendente adjunta do Procon Boa Vista.
Para evitar constrangimentos, o Procon do Estado de São Paulo dispõe de uma lista dos principais sites não-confiáveis, aqueles que são campeões em processos e fraudes cometidas contra o consumidor. “Uma boa olhada nessa lista já dá para ter uma ideia daqueles em que não se deve recorrer”.

2. Faça uma pesquisa de mercado – Um dos grandes problemas relacionados à Black Friday no Brasil é justamente a “maquiagem” de preços proposta pelas lojas, inclusive virtuais. Por exemplo, um determinado aparelho que custa R$ 1.000, no Black Friday o lojista o apresenta como tendo R$ 1500, porém com um desconto de 30%. O cliente, iludido pelo desconto, acaba pagando pelo valor original (R$ 1.000) e mais um acréscimo (R$ 50). “É por isso que é preciso que o cliente esteja de olho nos valores que são apresentados antes da Black Friday. Registre a imagem por meio de fotografias e apresente ao lojista, caso esse desconto falso seja apresentado”, disse Edilene.

É preciso também exigir sempre cupom ou nota fiscal. Este é um dos principais instrumentos para comprovar que a compra foi feita. Isso facilita os processos de devolução de objetos, por exemplo, e garante que os impostos relativos àquela transação serão pagos pelo fornecedor ao governo.

3. Reivindique o direito de arrependimento – De acordo com o Código de Defesa do Consumidor (CDC), o consumidor tem o direito de arrependimento, que tem período de até sete dias no caso de compras feitas por telefone ou internet. Isso significa, por exemplo, que se o produto adquirido não estiver de acordo com o que estava anunciado, apresentando falhas ou não, o consumidor tem direito de pedir a devolução do seu dinheiro e o reenvio do produto ao fornecedor, sem ônus algum.

4. Evite conexões abertas de lugares públicos – Piratas virtuais estão sempre à espreita para conseguir novas vítimas. E é justamente nas redes sem segurança que eles costumam se dar bem. Por isso, ao fazer uma compra, que seja numa rede segura como a da casa ou do escritório, por exemplo. E quanto ao site, verifique na página de pagamentos se a conexão é segura (HTTPS).

Para fazer isso, veja se a página exibe o cadeado (ícone visualizado em uma das extremidades da página) de segurança e o certificado digital emitido confere com o nome da loja. Para conferir, clique no cadeado e observe se a informação do certificado corresponde ao endereço na barra de navegação do computador. Se a página não exibir o cadeado, não efetue a operação.

5. Desconfie de qualquer promoção “milagrosa” – O Procon Boa Vista alerta para as fraudes. Descontos exorbitantes, como de 80% a 90%, dependendo do produto, devem sempre ser encarados como dúvida. “Esse tipo de promoção é inviável para o mercado. Por isso, não será qualquer produto que terá esse tipo de desconto. Então, se você ver, por exemplo, um iPhone 6s, que foi lançado recentemente, sendo vendido por R$ 1000, chame a polícia”.

Contato

O Procon Municipal de Boa Vista fica localizado no Terminal João Firmino Neto (Terminal do Caimbé), 1º andar, sala 2. Ele funciona das 8h às 14h, de segunda a sexta-feira. Eventuais dúvidas e informações também podem ser solicitadas por telefone 3625-2219 ou 3625-6201 e pelo e-mail procon@boavista.rr.gov.br.

Fábio Cavalcante

Deixe uma resposta