Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Interior | Autoridades visitam unidades de segurança em Pacaraima e Santa Elena de Uairén

Autoridades visitam unidades de segurança em Pacaraima e Santa Elena de Uairén

Autoridades fizeram uma visita técnica - Foto: Rodrigo OtávioDurante toda à tarde desta quarta-feira, 20, os profissionais de Segurança Pública de onze estados fronteiriços, de seis estados de divisas, da Venezuela e da Guiana, que participam do I Simpósio de Segurança Pública e XI Encontro Técnico da Estratégia Nacional da Fronteira (ENAFRON), fizeram visitas técnicas para conhecer as unidades de segurança na cidade de Pacaraima, em Roraima e na cidade de Santa Elena de Uairén, na Venezuela.

As visitas fazem parte da programação articulada pela Secretaria de Segurança Pública de Roraima (SESP) e Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) e teve início às 14 horas no 3º Pelotão Especial na Fronteira do Exército Brasileiro. Aproximadamente 300 profissionais de segurança integravam a comitiva e foram recepcionados pelo comandante, capitão Calixto.

“Os profissionais conseguiram absorver a parte histórica repassada, pois o Exército foi um vetor da chegada do estado brasileiro em Pacaraima. Desde então são desenvolvidas aqui atividades baseadas nos três pilares que são vida, combate e trabalho”, destacou.

As autoridades visitaram também a Delegacia de Polícia Civil de Pacaraima, onde foram recepcionadas pelo delegado titular, Fernando Edson Olegário. Segundo ele, os dois primeiros dias de trabalho tem sido positivos e os servidores da Delegacia estão acompanhando todo o seminário, as palestras, os fóruns de discussão e tendo uma visão macro de como está funcionando a segurança pública em relação a sua logística.

“Eles passam a ter uma visão ampliada nessa área, pois estão conhecendo quais são os projetos que o Ministério da Justiça dispõe, quais os recursos na Senasp em relação à implementação de melhorias tanto na estruturação das delegacias, quanto nos cursos profissionalizantes para aperfeiçoar as práticas de trabalho na fronteira”, destacou.

Ainda em Pacaraima, as autoridades conheceram as dependências da 1ª Companhia da Polícia Militar, onde foram recebidos pelo subcomandante de Polícia do Interior (CPI) coronel Eronildo e pelo comandante da Companhia, Capitão Alves Fernandes. O destaque do trabalho apresentado foi para a implantação do Programa Ronda no Interior, implantado em Pacaraima há pouco menos de um mês e que já vem apresentando resultados positivos na redução da criminalidade.

Na sede da Receita Federal a delegação brasileira, guianense e venezuelana foram recepcionados pelo inspetor Antonio Neto. Ele fez uma explanação das dificuldades vivenciadas na região, observando que os produtos venezuelanos são comprados por preços muito baixos pelos brasileiros, em virtude da desvalorização do Bolívar, aquecendo o comércio vizinho, mas trazendo como conseqüência um grande volume de contrabando e descaminho, especialmente de carne, cadeiras plásticas e produtos de higiene.

Ele destacou que a Receita Federal em Pacaraima vai ganhar em aproximadamente 45 dias uma nova sede, ampliando assim prestação de serviço de controle de viajantes, de bagagens e outras fiscalizações.

Venezuela

Na Venezuela as autoridades tiveram a oportunidade de conhecer a estrutura da Aduana Principal Ecológica de Santa Elena de Uairén e da Guarda Nacional. O gerente da Aduana, Juan José Romero, falou dos trabalhos de controle de turistas que entram no país, especialmente sobre os documentos necessários para que os brasileiros possam circular no país, destacando que não há a necessidade de passaporte, somente da Carteira de Identidade.

O secretário de Segurança Pública de Roraima, coronel Amadeu Soares, disse que o balanço dos trabalhos é positivo, pois propiciou aos profissionais de segurança dos estados brasileiros, da Guiana e da Venezuela, uma maior integração, além da troca de experiências positivas e boas práticas.

“Hoje nessa visita técnica eles puderam conhecer a realidade dos profissionais de segurança pública que atuam em Pacaraima e conhecer um pouco da realidade dos profissionais de segurança que atuam em Santa Elena de Uairén. É um trabalho positivo, de integração e de troca de experiências”, disse.

 

 

 

 

Deixe uma resposta