Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Política | Audiência Pública na Comissão de Minas e Energia vai debater sobre indústria do cimento em Manaus

Audiência Pública na Comissão de Minas e Energia vai debater sobre indústria do cimento em Manaus

Audiência é uma solicitação do 2º vice-presidente da CME, deputado Edio Lopes - Foto: Ascom-EL

Audiência é uma solicitação do 2º vice-presidente da CME, deputado Edio Lopes – Foto: Ascom-EL

Nesta quarta-feira, 18, a Comissão de Minas e Energia (CME) da Câmara dos Deputados realiza audiência pública para discutir os procedimentos e exigências à importação e industrialização do cimento no estado do Amazonas. O debate é uma solicitação do segundo vice-presidente da CME, deputado federal Edio Lopes (PMDB/RR), que vem destacando o assunto em diversas oportunidades na Câmara Federal.

As empresas de cimento que possuem sede no polo industrial do Amazonas são beneficiadas pelos incentivos fiscais da Zona Franca de Manaus. No entanto, mesmo com esses incentivos tributários, no caso da saca de cimento em Manaus, o preço pode chegar a custar entre R$ 28 a R$ 32, enquanto a média no país chega a R$20 pela saca de 50 kg. Em Roraima, que importa o produto do polo industrial do AM, a saca de apenas 42 kg é mais cara ainda. “O preço da saca de cimento de 42 kg pode chegar a custar quase R$ 34 em Roraima. Esse é um dos produtos que mais sofre aumento no preço em comparação ao restante do país”, destacou Edio.

Segundo o parlamentar, é necessário compreender todo o processo de comercialização e industrialização desse produto na tentativa de buscar meios que possam baratear o preço final. “Já discutimos com representantes dos órgãos de tributação sobre o preço do cimento em audiência realizada na Assembleia Legislativa do Amazonas, em junho deste ano, e agora pretendemos ouvir os representantes das indústrias de Manaus”, disse.

Na audiência marcada para a próxima quarta-feira foram convidados representantes das empresas Cimento Cemex; Fort Indústria e Comércio de Cimento e Argamassa; Itautinga Agro Industrial S/A (Cimento Nassau), além de representantes do Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior; Receita Federal e o deputado estadual Sinésio Campos (AM), presidente da Comissão de Geodiversidade, Recursos Hídricos, Minas, Gás e Energia da ALE/AM.

A audiência pública da Comissão de Minas e Energia está marcada para começar às 10 horas no Plenário 14, anexo II da Câmara dos Deputados. Será possível acompanhar a transmissão ao vivo pelo site da Comissão: http://www2.camara.leg.br/atividade-legislativa/comissoes/comissoes-permanentes/cme

 

Deixe uma resposta