Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Política | Assembleia, UFRR e SEAD sinalizam parceria para capacitação em comunidades indígenas

Assembleia, UFRR e SEAD sinalizam parceria para capacitação em comunidades indígenas

As instituições devem assinar nos próximos dias um Termo de Execução Descentralizada – Foto: SupCom/ALERR

Promover a capacitação dentro de comunidades indígenas em Roraima é a finalidade da parceria entre a Assembleia Legislativa de Roraima, por meio da Escola do Legislativo, com a Secretaria Especial de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário (SEAD), do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), e a UFRR (Universidade Federal de Roraima).

As instituições devem assinar nos próximos dias um Termo de Execução Descentralizada (TED) para efetivação de cursos de capacitação voltados para egressos do Instituto Insikiran, professores indígenas que atuam nas comunidades indígenas da Raposa Serra do Sol e São Marcos, ambas ao Norte do Estado. “Existe uma necessidade muito grande de formação especializada voltada para comunidade indígena e, naturalmente o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Jalser Renier, demonstrou uma preocupação prévia que a Chamada Pública voltada para as comunidades indígenas tivesse uma ação adequada”, explicou o coordenador Geral de Formação de Assistência Técnica e Extensão Rural, Gereissat Rodrigues.

A parceria está em fase de conclusão do projeto para assinatura de um TED, com a viabilização e fortalecimento de ações voltadas para as capacitações de extensionistas que atuam nas áreas indígenas. A proposta, segundo o coordenador, é mesclar os conhecimentos tradicionais com técnicos, respeitando as condições culturais. “A UFRR goza de uma grande expertise aos conhecimentos voltados aos indígenas graças ao Instituto Insikiran”, reforçou Rodrigues.

A contribuição da Escola do Legislativo, de acordo com Gereissat Rodrigues, será empoderar estas comunidades por meio da agricultura familiar voltada para o universo da comercialização e das políticas públicas. As temáticas das capacitações englobam o manejo de máquinas utilizadas para os cultivos, como utilizar água de modo sustentável, como fazer os cultivos sob a matriz agroecológica, sem veneno e de agrotóxico para produção. “É uma produção limpa e saudável, então você consegue empoderar os indígenas nesse sentido, bem como dando orientação a eles sobre como comercializar, como produzir o seu produto de qualidade, como eles já o fazem, e como vender esses produtos para os centros aqui no Estado”, completou o coordenador ao dizer que a chamada pública contemplará até 1.900 pessoas das duas regiões escolhidas devido à concentração populacional e as características existentes das produções.

O reitor da UFRR, Jefferson Fernandes, destacou com importância a parceria entre as instituições. “Considerando que a universidade hoje forma professores indígenas, especificamente em três áreas em que o Insikiran faz a formação que é Gestão Territorial, Saúde Coletiva e Formação de Professores Indígenas”, disse.

Hoje, esses profissionais contribuem com a multiplicação de conhecimentos no Centro de Formação na Raposa Serra do Sol. “É uma ação importante, mas dentro de um contexto maior que é a demanda por melhorias técnicas para formação dentro da comunidade indígena e estão precisando dessa ação”, disse.

Para o presidente do Poder Legislativo, deputado Jalser Renier (SD), esse momento facilitará o trabalho de vários professores nas comunidades. “Esse aporte fará um diferencial muito grande para o nosso Estado”, ressaltou.

Yasmin Guedes

Deixe uma resposta