Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Opinião | Artigo: A acidez da corrupção – Rodrigo Faria

Artigo: A acidez da corrupção – Rodrigo Faria

A sujeira da corrupção esparramada nos ares de nosso país faz emanar o desejo de permanecermos de olhos fechados, quando deveríamos mantê-los abertos.

Acredito que; algumas questões de nosso país só se resolverão nas urnas, porém, não podemos negar que muitos outros podem ser mudados através de nossa oração. É momento de levantarmos um verdadeiro clamor, pedindo a Deus que Ele que anule os efeitos de tamanha desordem, provocada por líderes inescrupulosos, que desejam manchar de sangue, as cores de uma nação; que outrora irradiava riquezas até mesmo nas cores de seu brasão.

Não é utopia, é a certeza, de que através de sua própria pureza, o Senhor virá nos ajudar.

Não existe momento mais propício, para acabarmos de vez com o vicio, que antes víamos somente na mente de nossos patrícios. É em meio ao caos, que vemos o despedaçar de nossas naus, e os remos que restam em nossas mãos pouco a pouco se tornam em vão, seja pela fragilidade de nossa coragem ou pela ausência de fé no momento de uma oração.

A ausência de Deus nos princípios estabelecidos pela sociedade se tornou um verdadeiro atestado de ignorância, exibido por todos aqueles – que por sua arrogância – se tornam vilões de nossa esperança.

Acostumados a silenciar com dinheiro a voz de muitos que sentem fome, acabam gerando meninos disfarçados em corpos de homens. Por não entenderem os motivos pelos quais eles se tornaram cativos, repetirão o ciclo aprendido; não posso ver outro mundo, além daquele onde nada parece profundo.

A sujeira da corrupção poliu os ares, os corações, a alegria das pessoas, até mesmo onde comemoravam a chegada de uma garoa já não podem dizer que a terra continua sendo boa. A acidez de uma chuva, contaminada pela hipocrisia, faz umedecer as raízes da anarquia, que precisa ser controlada ou no mínimo extirpada.

Não conheço outra via, a não ser pela ousadia, de acreditar que o nosso Deus ainda é fonte de alegria.

“Antes de tudo, recomendo que se façam súplicas, orações, intercessões e ação de graças por todos os homens; pelos reis e por todos os que exercem autoridade, para que tenhamos uma vida tranqüila e pacífica, com toda a piedade e dignidade.

Isso é bom e agradável perante Deus, nosso Salvador.” (1 Timóteo 2:1-3)  

Oremos pelo nosso país.

Em Cristo,

(*) Rodrigo Faria é pastor evangélico da Igreja Assembleia de Deus de Franca – SP. Vive, atualmente, com a esposa e o filho no México, onde é Professor nas escola de líderes, orientador e conselheiro de jovens. Além de escrever, trabalha como Vice Diretor em uma empresa do ramo químico na cidade de León, no México.

 

Deixe uma resposta