Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Política | Amazônia Legal: governadores discutem meio ambiente e política para crianças e adolescentes

Amazônia Legal: governadores discutem meio ambiente e política para crianças e adolescentes

suelycampos133Antes de iniciar a 12ª Reunião do Fórum de Governadores da Amazônia Legal, que está ocorrendo nesta sexta-feira, dia 20, no Centro de Convenções e Feiras da Amazônia em Belém (PA), foram realizados na quinta-feira, 19, e nesta sexta-feira, 20, encontros com os secretários de Meio Ambiente e de Ação Social dos estados da região para discussão de temas como a Agenda Criança Amazônia, criação de um fundo com objetivo de captar recursos para intensificar as políticas ambientais e participação dos estados da Amazônia na COP 21 (Conferência das Nações Unidas para Mudanças Climáticas), que será realizada em Paris, no mês de dezembro.

Roraima participou dos dois encontros. O diretor da Femarh (Fundação Estadual do Meio Ambiente), Rogério Campos, participou do encontro de secretários do Meio Ambiente que teve como proposta a elaboração da Carta de Belém, documento de intenções discutidas pelos secretários de Meio Ambiente e assinada posteriormente pelos governadores, para intensificar e fortalecer as políticas públicas do setor.

Ele enfatiza que um dos pontos discutidos foi a criação de um fundo da Amazônia para captação de recursos nacionais e internacionais que possam viabilizar a política ambiental e desenvolvimento sustentável da região. “A criação desse fundo daria autonomia para o estados da região amazônica captar e destinar esses recursos para as ações necessárias em benefício das polícias ambientais, por exemplo, na redução da emissão de gases de efeito estufa e intensificação do combate ao desmatamento na região”, pontua o diretor. E completa: “Nós conhecemos as necessidades e realidade de nossa região, por isso essa iniciativa significa a destinação adequada desses recursos”, pontua.

Outra questão discutida foi a participação dos estados na COP 21, que será realizada em Paris, no mês de dezembro, para definir o novo acordo climático mundial. “Os estados da região Amazônica devem ter atuação mais participativa nas metas que o Governo Federal estabeleceu, pois são os estados que executam toda a política ambiental estabelecida pelo Governo”, destacou o diretor.

Secretários de Ação Social definem políticas integradas para crianças e adolescentes

Ainda nesta quinta-feira, 19, os secretários de ação social se reuniram para a discussão e definição da Agenda Criança Amazônia, um compromisso que define estratégias para que os governos da região Amazônica possam intensificar as políticas públicas voltadas à criança e adolescente em diferentes frentes, como saúde, justiça social, educação, mortalidade infantil, tráfico de crianças, dentre outros, “visando a proteção integral a esse público”, reforça a secretária-adjunta de Trabalho e Bem-Estar Social, Analice Monteiro, que representou Roraima no encontro.

Essas discussões resultaram neste documento – uma carta aberta com as políticas sociais integradas focadas nas crianças e adolescentes. “Esta Termo de Compromisso será assinado pelos governadores, firmando esse pacto integrado entre todos os estados participantes”, explicou a secretária-adjunta, destacando que essas ações serão levadas para cada estado, que reunirão todos os órgãos e secretarias envolvidos, de forma que essas ações possam ser efetivadas.

Durante o encontro, foi implantado o Fórum da Criança Amazônia, por meio do qual os participantes se reunirão a cada três meses, visando fortalecer a ações previstas na Agenda, com os compromissos e que os governadores assinarão durante o Fórum.

“É um grande desafio, com ações que irão fortalecer as políticas públicas dos estados que darão andamento às propostas e projetos existentes, com atuação integrada entre esses estados, fortalecendo as políticas públicas para crianças e adolescentes”, salientou Analice.

Simone Cesário

 

Deixe uma resposta