Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Geral | Alunos do projeto Crescer transformam garrafas pet em artigos natalinos

Alunos do projeto Crescer transformam garrafas pet em artigos natalinos

Oficina de Natal na Sede do Crescer - Fotos: Igorh Martins

Oficina de Natal na Sede do Crescer – Fotos: Igorh Martins

Quem disse que não pode nevar em Boa Vista? Se depender da criatividade dos alunos da oficina de moda e serigrafia do projeto Crescer, pode sim, nem que seja neve de isopor. Com produtos simples e baratos, eles confeccionam árvores e bonecos para o Natal.

O material mais usado para fazer os artigos natalinos são garrafas pet, reaproveitadas do lanche. Elas formam a base e os galhos das árvores e o corpo dos bonecos. O isopor é ralado para simular a neve e dá um aspecto de frio ao natal de quase 40º de Boa Vista.

“Na oficina, a gente sempre procurar fazer nosso trabalho com material reciclável, reaproveitando as garrafinhas e as colheres que sobram do lanche. É uma forma de ajudar o meio ambiente”, disse Maria Eduarda Aquino Cantanhede, 16 anos, aluna.

A oficina começou há 15 dias, os alunos devem confeccionar 160 bonecos de neve e 30 árvores-de-natal. Os produtos serão comercializados com o preço de R$ 10 cada boneco e R$ 20 a árvore. O dinheiro arrecadado já tem destino certo. “Nós vamos vender para juntar dinheiro para a nossa festa de fim de ano”, contou o aluno Caio Robson Campos da Silva, 16 anos.

projetocrescer18A oficina de Moda e Serigrafia tem hoje 86 alunos, divididos nos turnos da manhã e tarde. Durante as aulas, eles criam peças de vestuário, artigos para datas festivas como o natal, carnaval e dia das mães, utilizando em sua maior parte, materiais reaproveitados. Na parte de serigrafia, criam estampas com um processo de transferência de imagens em tecidos e diversos outros materiais.

“O nosso objetivo é criar entre os jovens o interesse de valorizar a oportunidade que eles estão tendo de aprendizado. Desta forma, eles aprendem a trabalhar em equipe, a se respeitarem, terem responsabilidade e compromisso com tarefas. Já conseguimos ver uma grande diferença no comportamento de nossos jovens”, destacou o gerente da oficina, Davi Mascarenhas.

Projeto Crescer

O projeto Crescer existe desde 2001, atualmente atende cerca de 500 adolescentes e jovens de 15 a 25 anos, em situação de risco. Este ano, a sede do projeto foi transferida para o bairro Silvio Botelho, na zona Oeste de Boa Vista. Na nova estrutura são realizadas as oficinas de moda e serigrafia, educação para o trânsito e sinalização, panificação, artesanato, música, dança, cinema, meio ambiente, informática, teatro e outras atividades.

Gleyde Rodrigues

 

Deixe uma resposta