Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Variedades | Alunos do Instituto Boa Vista de Música participam de aula “Master Class”

Alunos do Instituto Boa Vista de Música participam de aula “Master Class”

Aula foi ministrada por Felipe Prazeres - Foto: Reynesson DamascenoA tarde deste sábado, 21, foi de música para os alunos da Orquestra Infanto Juvenil do Instituto Boa Vista de Música e para os integrantes da  Orquestra de Câmara. Eles participaram de uma aula “Master Class”, no Centro Amazônico de Fronteiras da Universidade Federal de Roraima, com um dos violinistas mais prestigiados do Brasil e do mundo, Felipe Prazeres, maestro assistente e spalla da Petrobras Sinfônica.

O musicista comanda a Academia Jovem da Petrobras Sinfônica. Ele está na capital por meio de uma parceria com a Prefeitura de Boa Vista para ministrar aulas especiais aos músicos do Instituto, visitar os projetos sociais da Prefeitura que lidam diretamente com música e fará ainda uma visita às obras do Teatro Municipal.

“Estar em Roraima, que no mapa para nós parece ser tão distante, e ver tanta coisa acontecendo é muito gratificante. E o principal, os jovens estão querendo aprender, o que é fundamental. Eu estou aqui com o maior prazer passando esses ensinamentos para essa garotada. E quero vir quantas vezes forem necessárias para ajudar, porque um dia eu tive muita sorte quando tinha a idade deles, então o mínimo que eu posso fazer é passar um pouquinho do que eu aprendi e tentar fazer a diferença em nosso país”, disse o maestro.

Para Wesley Vinícius Barbosa de 12 anos, aluno do Instituto, a vinda do maestro foi de grande valia. “Essa aula para nós é de grande importância, vai nos ajudar nos pontos onde encontramos dificuldades para melhorarmos nossos rendimentos”, destacou Wesley que há um ano e meio faz aulas de violino.

A passagem do maestro em Boa Vista se encerra na segunda-feira, 23, às 20h, quando acontecerá um recital no auditório do Sesc Mecejana.

Felipe Prazeres 

Iniciou seus estudos aos onze anos e aos quatorze, já atuava como solista frente à Orquestra Petrobras Sinfônica. Graduou-se na Uni-Rio, sob orientação de Paulo Bosisio. Cursou pós graduação na renomada Academia de Santa Cecilia, em Roma, na classe de Domenico Nordio. Obteve o primeiro lugar no Concurso Nacional de Cordas de Juiz de Fora em 1997; no Concurso Interno da Uni-Rio em 1998, e no Concurso Nacional de Música IBEU em 1999.

 

 

 

Deixe uma resposta