Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Interior | Alto Alegre: Governo se compromete em atender reivindicações

Alto Alegre: Governo se compromete em atender reivindicações

Manifestantes fecharam a rodovia em protesto contra as más condições - Foto: Secom-RR

Manifestantes fecharam a rodovia em protesto contra as más condições – Foto: Secom-RR

Rodovia fechada. Uma manifestação pacífica para chamar atenção para um problema antigo: fornecimento de energia elétrica. A RR-205, que liga Boa Vista ao município de Alto Alegre, foi bloqueada a cerca de 10 quilômetros do município, na tarde desta terça-feira, 14, pelos próprios moradores.

Um dos manifestantes, o servidor público Joseilson Câmara, disse que o problema é um fantasma que persegue os moradores há anos.  “Há mais de três anos temos esse problema de energia. Mas nos últimos cinco, seis meses, o problema vem aumentando a cada dia, com constantes interrupções no fornecimento, prejudicando o comércio, as escolas, os postos e o hospital, além da produção agrícola que depende da energia para fazer a irrigação”, destacou

A dentista Francisca Cabral afirmou que durante os governos anteriores, a população do município tentou, sem sucesso, sensibilizar as autoridades para o problema. “O descaso é grande. Vários requerimentos foram feitos. As autoridades já sabem desse problema há vários anos e nunca fizeram nada. Então por isso resolvemos realizar a manifestação para chamar a atenção e esperar que venha alguém nos dar uma resposta para esse problema”, questionou.

Uma comissão formada pelo secretário estadual de Infraestrutura, Flamarion Portela, pelos presidentes da Cerr (Companhia Energética de Roraima), Antônio Carramilo e da Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), Danque Esbel, além do chefe da Casa Militar, Cel. Nelson de Deus, se deslocou até a RR-205, onde estava acontecendo a manifestação, com objetivo de ouvir a população e buscar uma solução que atendesse a comunidade da região.

Os membros da comissão ouviram as reivindicações dos manifestantes e em seguida se dirigiram à sede do Ministério Público em Alto Alegre, onde foram recebidos pelo promotor Igor Naves Belchior, pelo prefeito José de Arimateia e por vereadores. Na reunião, que durou cerca de duas horas, o promotor apresentou os principais problemas enfrentados no município em relação ao fornecimento de energia elétrica e água.

A comissão do Governo se comprometeu em solucionar alguns problemas de imediato, como colocar em funcionamento o equipamento regulador de tensão na entrada do município, realizar o rastreamento das possíveis causas do excesso de carga em alimentador e caso não seja possível, a regularização da tensão.

O representante da Cerr se comprometeu ceder um gerador para atender a estação de bombeamento de água e assim, acabar também com o problema de falta de água. Outras demandas serão atendidas de acordo com a viabilidade de recursos e processos. As demandas foram registradas em ata, que foi assinada por todos os presentes.

O promotor Igor Naves avaliou como positiva a presença dos representantes do Governo e a disponibilidade em atender as demandas apresentadas pelos moradores. “Ficamos feliz com o desfecho da manifestação, com o compromisso do Executivo com a população de Alto Alegre. Essa é uma postura séria. Eles não assumiram nada que não pudessem cumprir. O Ministério Público encerra esse encontro satisfeito”, enfatizou.

De volta ao local do bloqueio, os representantes do Governo e do município informaram sobre os resultados positivos da reunião com o Ministério Público e convenceram os manifestantes a liberar o tráfego, o que aconteceu no início da noite desta terça-feira.

O secretário estadual de Infraestrutura, Flamarion Portela, ressaltou a transparência e sensibilidade do Governo em relação aos problemas dos altoalegrenses. “Conjuntamente, decidimos então atender o que é possível atender, de forma aberta, transparente. Saímos daqui com essa solução. As pessoas decidiram em assembleia acabar com a paralisação e nos próximos dias, vamos começar a cumprir tudo o que foi acordado com o Ministério Público. Esse é um compromisso da governadora Suely Campos, que será honrado por todos nós”, afirmou.

 

Deixe uma resposta