Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Geral | Agrotóxicos nos alimentos: Vigilância Sanitária fará nova coleta nesta quarta-feira

Agrotóxicos nos alimentos: Vigilância Sanitária fará nova coleta nesta quarta-feira

Esta será a quarta coleta da segunda rodada iniciada no mês de maio - Foto: Ascom/SesauO Departamento de Vigilância Sanitária Estadual (Visa), por meio do Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos (PARA) fará uma nova coleta de amostras de produtos alimentícios, seguindo o cronograma de atividades. Nesta quarta-feira, 4, será feita a quarta coleta de amostras, da segunda rodada, iniciada em maio, em um supermercado da cidade, a partir das 8h.

Anualmente são realizadas três rodadas, que consistem na realização de dez coletas, em cada rodada, sempre em locais diferentes, desde que possuam CNPJ. As amostras coletadas são de produtos definidos pela Coordenação Geral de Toxologia (GGTOX) da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

Conforme a técnica administrativa do PARA em Roraima, Maria da Conceição Sales, a cada rodada são coletas amostras dos mesmos produtos que são batata inglesa, alface, arroz e pimentão. “Estamos dando continuidade ao trabalho da segunda rodada de coleta das amostras feitas. Trata-se de um trabalho permanente que visa à verificação dos índices de agrotóxicos presentes nos alimentos”, esclareceu.

A primeira rodada foi realizada nos meses de fevereiro a início de maio, esta segunda fase deve seguir até julho e a terceira rodada está prevista para iniciar em julho e ser concluída em setembro. “Toda semana recolhemos os materiais e encaminhamos aos laboratórios credenciados pelo governo federal para realizar as análises dos produtos, localizados nos estados de Pernambuco (alface), Minas Gerais (pimentão), Goiás (arroz) e Rio Grande do Sul (batata)”, informou a técnica.

A partir das amostras coletadas, são elaborados relatórios que apontam o tipo de agrotóxico utilizado na produção, o índice de aplicação e se a marca é a permitida pela Anvisa, para a cultura, a qual foi feita a coleta.

Em Outubro, poderão ser obtidos os primeiro resultados do trabalho feito em 2014, que serão apresentados a todas as entidades que direta e indiretamente estão ligadas ao controle do uso do agrotóxico no Estado, por meio de uma reunião técnica para planejamento das ações de 2015. “Será o momento de consolidarmos o trabalho feito durante todo o ano e aí sim formular as ações e estratégias para fortalecer o projetos positivos e buscar alternativas para corrigir as deficiências ainda existentes, seguindo as normas do Ministério da Saúde, para que não haja retrocesso no processo”, salientou Conceição.

O Programa

O Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos (PARA) foi iniciado em 2001 pela Anvisa. Seus resultados contribuem para a qualidade dos alimentos ofertados no mercado varejista pois propiciam a execução de medidas educativas e coercitivas para garantir a utilização de agrotóxicos segundo as Boas Práticas Agrícolas (BPA). Além disso, os dados de resíduos encontrados permitem avaliar o risco à saúde devido à exposição aos agrotóxicos nos alimentos e subsidia a reavaliação de agrotóxicos para a tomada de decisão sobre a restrição e o banimento de agrotóxicos perigosos para a saúde da população.

 

 

Deixe uma resposta