Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Geral | Acidentes de trabalho: Cerest visita municípios para investigar subnotificação

Acidentes de trabalho: Cerest visita municípios para investigar subnotificação

O Centro de Referência Estadual em Saúde do Trabalhador (Cerest) pretende  identificar os motivos da subnotificação de acidentes de trabalho na região norte de Roraima. Para isso, foi elaborado um cronograma de visitas técnicas aos municípios a fim de realizar um diagnóstico das dificuldades enfrentadas nas localidades que impedem a realização destas notificações de acidentes relacionados ao trabalho.

O primeiro município a ser visitado será o Cantá. A equipe do Cerest estadual irá à localidade na próxima terça-feira, 15, para supervisionar o trabalho de notificação realizado pelo município. Conforme o gerente do Cerest, Jean Martins de Araújo, as visitas servem para assessorar os municípios na busca por alternativas para a viabilização dos trabalhos de notificação.

Em Roraima existem três Centros de Referência em Saúde do Trabalhador, sendo um estadual e dois regionais. O Cerest estadual gerencia os regionais. Eles são divididos por região: o Cerest Sul, que atende a população dos municípios de Iracema, Caroebe, São João da Baliza, São Luiz, Caracaraí, e Rorainópolis, o Cerest Norte que atende aos municípios que apresentam dificuldades quanto ao registro dos dados que são: Cantá, Bonfim, Alto Alegre, Amajari, Pacaraima, Normandia, Mucajaí, Uiramutã e Boa Vista.

Segundo Martins, a região Sul do estado não apresenta dificuldades com as notificações. O cronograma elaborado pelo centro atenderá os municípios ao norte do estado, para assessorar no processo de implantação e implementação das ações na localidade.

Com base no cronograma, a previsão é que até o final de agosto, todos os municípios da região norte do Estado sejam visitados. “Durante as visitas vamos verificar quais as principais dificuldades para a realização das notificações”, enfatizou o gerente, explicando que a falta de capacitação profissional aliada à falta de equipamentos, como computadores com sistemas, podem ser alguns dos motivos deste subregistro.

Para colaborar com o abastecimento das notificações, os municípios do Cerest Regional Norte receberam, em 2010, nove computadores para dar apoio ao trabalho. Martins explica que as notificações devem ser feitas nas unidades onde os trabalhadores procuram atendimento para tratar problemas de saúde. “É necessário fazer a triagem para saber se o problema de saúde é ou não relacionado ao trabalho realizado pelo paciente”, reiterou.

Com o levantamento das dificuldades durante as visitas, o Cerest estadual pretende elaborar plano de ações para na assistência aos trabalhadores. Ações de prevenção a acidentes de trabalho também podem ser intensificadas quando as notificações apontarem, por exemplo, que no município o maior índice de acidentes de trabalho está relacionado com o uso abusivo de agrotóxico. Esses trabalhadores serão orientados sobre as medidas de seguranças que deverão ser adotadas para preservar a integridade da saúde no ambiente de trabalho.

 

 

Deixe uma resposta