Templates by BIGtheme NET
PÁGINA PRINCIPAL | Interior | Abertura do I Simpósio de Segurança Pública é marcada por homenagens

Abertura do I Simpósio de Segurança Pública é marcada por homenagens

Abertura do Simpósio de Segurança em Pacaraima - Foto: Rodrigo OtávioTrocas de experiências, de conhecimento e de boas práticas em segurança pública especificamente em áreas de fronteiras estão sendo discutidas no I Simpósio de Segurança Pública e XI Encontro Técnico da Estratégia Nacional da Fronteira (ENAFRON), que teve início na manhã desta terça-feira, 19, na cidade de Pacaraima. O evento foi marcado por homenagens às autoridades da Segurança Pública de Roraima.

O governador Chico Rodrigues participou da abertura do evento que conta com a participação de integrantes de todo o Sistema de Segurança Pública de Roraima e dos 11 estados fronteiriços, de seis estados de divisas, de autoridades guianenses e venezuelanas, além de integrantes da Receita Federal, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Agência Brasileira de Inteligência (ABIN) e de prefeitos municipais.

De acordo com a diretora do Departamento de Políticas, Programas e Projetos da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), Cristina Gross Villanova, que está representando a secretária nacional de Segurança, Regina Miki, é fundamental a discussão sobre a segurança na fronteira.

“É importante que estejamos realizando aqui em Roraima um encontro trazendo todos os 11 estados fronteiriços, com algumas particularidades, alguns prefeitos dos consórcios municipais e também coordenadores do Gabinete de Gestão Integrada Municipal. Estamos discutindo quais são as questões da fronteira, qual o impacto dos crimes que perpassam a fronteira e têm reflexos na cidade e de que forma a gente pode estar trabalhando conjuntamente para resolver esses problemas”, disse.

Segundo ela, o simpósio é organizado pelo Estado de Roraima, mas as discussões da Enafron, que têm início a partir desta quarta-feira, as pautas temáticas, que são de interesse da Enafron, são trazidos pelos próprios estados.

“Vamos discutir os GGIs, que são os órgãos de gestão, sobre a qualificação do policiamento na fronteira, inteligência e dados estatísticos. É imprescindível que além de desenvolver todo o trabalho, possamos colher os resultados disso, saber onde está efetivamente a nossa atuação, se está sendo bem sucedida ou não, pois significa que, não estando bem sucedidas as ações, teremos que mudar a forma em que a gente está operando”, destacou.

Gross destaca que a troca de experiência perpassa de Sul ao Norte do País, trazendo uma riqueza no diálogo, nas discussões, nas boas práticas, daquilo que é desenvolvido em cada estado.

“Essa troca de experiência é o que faz com que o programa seja bem sucedido como acontece em Roraima”, disse.

Para o secretário de Segurança Pública, coronel Amadeu Soares, é sempre importante conhecer a experiência de outros estados, que em matéria de estratégia e operação de fronteiras, estão bem mais adiantados do que Roraima, por já estarem fazendo esse trabalho há algum tempo.

“Sem contar que os países que fazem fronteira com eles já estão adiantados em relação à cooperação transfronteiriças, cooperação técnica e até em nível de operação conjunta. A Senasp adota esses encontros para que os Estados possam trocar ideias, compartilhar conhecimentos e experiências, sempre potencializando as boas práticas para que dentro do aprofundamento dessa estratégia, todos possam estar nivelados sobre o que está acontecendo no Brasil Inteiro. Estamos aqui com as melhores mentes do Brasil em nível de estratégia de fronteira”, afirmou.

Soares destacou também que a realização do encontro vai oportunizar um maior estreitamento com os países fronteiriços, Guiana e Venezuela. A meta, segundo ele, é aprofundar um acordo de cooperação com o Estado Bolívar e Roraima para facilitar a atuação das Polícias em território venezuelano e brasileiro.

O governador Chico Rodrigues destacou a importância do evento, que segundo ele, envolve um acordo tripartite, Brasil, Venezuela e Guiana, demonstrando o interesse dos três países, na proteção da População.

“Obviamente nesta ação transversal, onde o interesse nacional é mais importante que qualquer outra coisa, demonstra que ao se transferir aqui para Roraima esse encontro, especificamente para Pacaraima, fortalecem-se as ações de Governo e de Estado”, disse.

Rodrigues observou que os policiais de Roraima estão se qualificando mais e que há um interesse do estado em fortalecer o Sistema de Segurança Pública, de forma que possam ser promovidas ações de proteção ao cidadão.

Homenagens

As autoridades do Sistema de Segurança Pública de Roraima, entre policiais civis, militares, bombeiros militares, Secretaria de Justiça e Cidadania receberam homenagens por parte de representantes do programa Enafron.

 

 

 

Deixe uma resposta